As diferentes faces do Boeing 747

De telescópio aéreo a super jato executivo, avião comercial mais famoso do mundo já assumiu diferentes formas em seus quase 50 anos de história
Em quase 50 anos de história o 747 já voou muito além da aviação comercial e ainda continua se reinventando
Em quase 50 anos de história o 747 já voou muito além da aviação comercial e ainda continua se reinventando

Avião do “Juízo Final”

A versão mais “sombria” do 747, o modelo E-4B Nightwatch, baseado no 747-200, foi desenvolvido originalmente para uma emergência que ninguém gostaria de presenciar: um holocausto nuclear.

Com a situação em solo comprometida após uma série de ataques, o presidente dos EUA e os principais comandantes militares do país seriam transferidos imediatamente para o E-4B. A bordo da aeronave e em pleno voo, as autoridades enviariam as ordens para as tropas em terra. No jargão militar esse tipo de aeronave é chamada de “Posto Aéreo de Comando Avançado” – outro país que possui esse tipo de aeronave é a Rússia.

Quando o presidente dos EUA viaja para fora da América do Norte usando o avião presidencial Air Force One, um E-4B sempre é enviado para um segundo aeroporto nas proximidades do destino. Esse procedimento é realizado para o país ter um posto de comando avançado prontamente disponível no caso de uma crise mundial ou uma emergência.

A Força Aérea dos EUA conta atualmente com quatro Boeing E-4B (USAF)
A Força Aérea dos EUA conta atualmente com quatro Boeing E-4B (USAF)

Para manter a comunicação com as linhas de defesa, o E-4B é equipado com antenas de rádio super potentes e receptores de satélite, o que rendeu uma corcova extra na aeronave. O 747 do “fim do mundo” também é equipado com proteções especiais contra radiação e o clarão de explosões nucleares.

Outro detalhe interessante desse 747, talvez sua característica mais impressionante, é a possibilidade de se manter voando por até uma semana com o auxílio de reabastecimentos aéreos. Os E-4B estão em operação com a Força Aérea dos EUA (USAF) desde 1974.

Total
67
Shares
1 comment
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Previous Post
O AH-1 Skyraider e sua arma "bioquímica" (Domínio Público)

EUA lançaram “bomba-privada” na Guerra do Vietnã

Next Post
Reconstrução do Boeing 747 da TWA

Boeing 747 da TWA reconstruído após acidente será desmontado

Related Posts