As primeiras unidades do caça Gripen serão entregues à FAB em 2017

As primeiras unidades do caça Gripen serão entregues à FAB em 2017 (Foto – SAAB)

A companhia sueca de defesa Saab teve queda no lucro líquido no segundo trimestre deste ano, para 167 milhões de coroas, ante 236 milhões de coroas no mesmo período do ano passado. O resultado foi prejudicado pela redução do lucro operacional em consequência do atraso no contrato para vender 36 caças Gripen NG para o Brasil.

Também pesaram sobre o resultado o fraco desempenho da divisão Dynamics e os gastos de desenvolvimento relacionados ao programa T-X, pelo qual a Saab está colaborando com a Boeing para construir uma nova aeronave para a Força Aérea dos Estados Unidos.

A Saab – que fabrica jatos de combate, submarinos, radares e sistemas de mísseis – afirmou que as encomendas recebidas durante o segundo trimestre somaram 14,20 bilhões de coroas, uma elevação de 4,05 bilhões de coroas comparado aos mesmo período em 2014.

As vendas aumentaram para 5,94 bilhões de coroas no segundo trimestre, de 5,69 bilhões de coroas, mas o lucro operacional caiu para 157 milhões de coroas, contra 373 milhões de coroas do resultado anterior.

Veja mais: Kawasaki P-1 realiza primeira apresentação fora do Japão

Fonte: Cavok