Após Índia, Rússia quer parcerias com países do Oriente Médio para produzir o caça Su-75 Checkmate

Rosoboronexport, parte da estatal Rostec, fará exposição dos produtos militares russos na IDEX 2023, maior evento de defesa e segurança do mundo, que ocorre nesta semana em Abu Dhabi
O Sukhoi Su-75 é projetado para voar a velocidade máxima de 1.900 km/h com raio de combate de 3.000 km (UAC)

A Rússia segue na tentativa de encontrar clientes e parceiros para desenvolver novos armamentos em meio às sanções econômicas das grandes economias do Ocidente.

Após participar do Aero India, mais importatne evento aeroespacial indiano, a Rostec, estatal de defesa da Rússia, afirmou que organizará uma grande exibição no IDEX 2023, maior exposição de defesa e segurança do mundo, que ocorre entre 20 e 24 de fevereiro em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos.

O objetivo é fechar novos projetos conjuntos com países do Oriente Médio, que estão interessados em expandir investimentos em tecnologia militar.

Siga o AIRWAY nas redes: Facebook | LinkedIn | Youtube | Instagram | Twitter

Entre os produtos russos que estão sendo considerados está o caça de 5ª geração Sukhoi Su-75 “Checkmate”. A aeronave derivada do Su-57 foi pensada como um caça monomotor de baixo custo de aquisição mas com capacidade stealth e voltado para exportação.

Embora uma maquete em tamanho real tenha sido apresentada em julho de 2021, o Checkmate até não tem um protótipo pronto. A expectativa da Rostec é realizar o voo inaugural em 2024, mas a invasão à Ucrânia pode teronar essa meta complicada já que o foco tem sido em produzir mais aviões para suprir as perdas no campo de batalha.

O Sukhoi Checkmate (Rostec)

“Os países do Oriente Médio são parceiros tradicionais e importantes da Rússia. A Rosoboronexport está implementando muitos projetos de cooperação técnico-militar na região”, disse o Diretor Geral da Rosoboronexport, Alexander Mikheev, empresa de exportação responsável pela exibição russa.

Além do Su-75, a Rússia apresentará os helicópteros de ataque Ka-52E e Mi-28NE e o helicóptero de transporte militar Mi-171Sh. Haverá também um modelo em tamanho real do helicóptero civil Ka-226T numa área externa, disse a “Os países do Oriente Médio são parceiros tradicionais e importantes da Rússia. A Rosoboronexport está implementando muitos projetos de cooperação técnico-militar na região”, disse o Diretor Geral da Rosoboronexport, Alexander Mikheev, empresa de exportação responsável pela exibição russa..

Apesar de informar sua participação na IDEX, a estatal russa não consta oficial de expositores. Assim como a Índia, os países do Oriente Médio têm mantido uma relação amistosa com a governo de Vladimir Putin, a despeito de não apoiarem a invasão à Ucrânia.

Total
0
Shares
1 comment

Comments are closed.

Previous Post

Time do Palmeiras vai voar com avião de última geração da Embraer

Next Post

Caça sul-coreano KF-21 de dois lugares faz voo inaugural

Related Posts
Total
0
Share