Boeing apresenta o T-X, novo jato de treinamento avançado

Aeronave desenvolvida em parceria com a SAAB disputa contrato de US$ 11 bilhões da USAF
O Boeing T-X é um dos favoritos para substituir o veterano jato de treinamento T-38 Talon (Boeing)
O Boeing T-X é um dos favoritos para substituir o veterano jato de treinamento T-38 Talon (Boeing)
O Boeing T-X é um dos favoritos para substituir o veterano jato de treinamento T-38 Talon (Boeing)
O Boeing T-X é um dos favoritos para substituir o veterano jato de treinamento T-38 Talon (Boeing)

Faz tempo que a Boeing não consegue vender um novo projeto militar para as forças armadas dos Estados Unidos. Mas essa maré deve virar em breve. A fabricante apresentou nesta terça-feira (13), em St. Louis, nos EUA, o “T-X”, jato de treinamento e um dos favoritos na disputa do contrato da Força Aérea dos EUA (USAF), avaliado em US$ 11 bilhões.

A USAF busca uma aeronave de nova geração para substituir seus veteranos Northrop T-38 Talon, modelo de treinamento avançado baseado no caça F-5. Os Talon, em serviço nos EUA há 55 anos, são aplicados na formação de pilotos de caça. O contrato da força aérea americana prevê a aquisição de até 350 novas aeronaves para essa função.

A Boeing iniciou o programa T-X em 2010 e três anos depois ganhou a companhia da SAAB, que passou a colaborar no desenvolvimento da aeronave – a força aérea da Suécia também está em busca de um novo jato de treinamento avançado.

Como explica a fabricante, que ainda não revelou dados sobre o desempenho da aeronave, o T-X foi desenvolvido com a capacidade de poder evoluir depois que entrar em operação, empregando gradualmente novas tecnologias que surgirem. O aparelho para dois ocupantes é monomotor e chama atenção o design da cauda, com duas derivas.

A Boeing ainda não definiu uma data sobre o primeiro voo do T-X (Boeing)
A Boeing ainda não definiu uma data sobre o primeiro voo do T-X (Boeing)

Segundo a fabricante, se o T-X pode alcançar sua capacidade operacional em meados de 2024, se caso for o vencedor do programa. A USAF vai iniciar a aposentadoria dos T-38 a partir do próximo ano.

O principal concorrente da Boeing nessa disputa é  jato de treinamento KAI T-50 Golden Eagle, desenvolvido pela Korea Aerospace Industries (KAI) em parceria com a Lockheed Martin. O T-50 voa com a força aérea da Coreia do Sul desde 2005, em missões de treinamento e caça leve.

Veja mais: O que aconteceu com o porta-aviões do Brasil?

Total
0
Shares
Previous Post
A maior parte da demanda chinesa é por jatos narrowbody, como o 737 (Boeing Dreamscape)

China vai gastar US$ 1 trilhão com aviões em 20 anos, afirma Boeing

Next Post
A Singapora será a primeira companhia aérea a devolver um Airbus A380 (Rolf Wallner)

Companhias aéreas começam a rejeitar o Airbus A380

Related Posts