Capitão do heavy-metal: Bruce Dickinson tem uma longa carreira e empreendimento na aviação (CWHM)

Vocalista da banda de heavy-metal Iron Maiden, Bruce Dickinson agora também faz parte dos quadros da Força Aérea Real britânica (RAF). A estrela do rock recebeu a condecoração simbólica de Capitão Honorário do grupo de esgrima do 601° Esquadrão da RAF.

Além da carreira musical, Dickinson também é conhecido por ser um grande entusiasta da aviação. O músico britânico de 61 anos é piloto comercial habilitado há mais de 20 anos e tem o costume de comandar os aviões que transportam a banda em turnês mundiais. Ele ainda possui uma empresa de manutenção de aeronaves, a Cardiff Aviation. O que poucas pessoas sabem é que o vocalista do Iron Maiden também é esgrimista.

Agora como Capitão Honorário, o cantor pode participar de competições de esgrima representando o grupo da RAF. Sobre voar, isso não deve acontecer: o esquadrão de Bruce Dickinson não possui aeronaves…

O contato de Dickinson com a RAF não vem de hoje. Em 2008, o músico transportou um grupo de militares britânicos do Afeganistão até o Reino Unido, assumindo o comando de um Boeing 747 fretado pelo Ministério de Defesa britânico.

Outra experiência de Bruce Dickinson com a RAF aconteceu “por acaso”. Em 2015, o rockeiro fez um pouso de emergência com um triplano Fokker Dr.I na base da força aérea britânica em Halton, nas proximidades de Liverpool.

Na última turnê mundial do Iron Maiden, entre 2016 e 2017, Bruce Dickinson foi o comandante do “Ed Force One, o Boeing 747-400 que transportou a banda e seus equipamentos por 35 países e percorreu cerca de 88.500 km. O jato personalizado também passou por cinco cidades no Brasil onde a banda realizou shows: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília e Fortaleza.

Bruce Dickinson foi o comandante do Boeing 747 “Ed Force One” na última turnê do Iron Maiden (BriYYZ)

Veja mais: Em passagem pelo Brasil, Bruce Dickinson visita fábrica da Embraer