Delta envia Boeing 747 para ajudar pessoas a fugir do furacão Irma

Aeronave para quase 400 passageiros será usada na rota entre Orlando e Detroit para acelerar evacuação da Florida
A Delta Airlines deve aposentar seus jatos 747 ainda neste ano (Divulgação)
A Delta Airlines deve aposentar seus jatos 747 ainda neste ano (Divulgação)
A Delta Airlines deve aposentar seus jatos 747 ainda neste ano (Divulgação)
A Delta Airlines deve aposentar seus jatos 747 ainda neste ano (Divulgação)

Prestes a ser aposentada, a frota de jatos Boeing 747-400 da companhia aérea Delta Airlines recebeu uma última missão. O maior avião da empresa norte-americana vai ajudar na evacuação de pessoas no estado da Florida, nos Estados Unidos, antes da chegada do furacão Irma. O primeiro voo será realizado nesta sexta-feira (8).

A companhia, que normalmente utiliza o 747 em voos transoceânicos, deslocou o modelo de grande porte para o trecho doméstico entre Orlando, região que pode ser afetada pelo furacão, e Detroit, no norte dos EUA. Tradicionalmente, a empresa voa nessa rota com o 737.

O aumento da demanda por voos na Florida motivou a companhia a utilizar o 747 na região, onde mais de um milhão de pessoas já foram evacuadas nesta semana. A Delta ainda opera sete unidades do quadrimotor da Boeing, configurados para transportar até 376 passageiros. Os bilhetes entre Orlando e Detroit estão à venda por US$ 399 (cerca de R$ 1.233).

O furacão Irma, de categoria 4, é o maior registrado nesta década. A tempestade já passou pelas Ilhas de Sotavento, Antilhas, Antígua e Barbuda, São Cristóvão e Nevis, St Maartin, Montserrat, entre outras.

 

Veja mais: O que acontece com o avião em voos com chuva? 

Total
0
Shares
Previous Post
O P-51 usado no recorde foi fabricado em 1944 e já sofreu três acidentes em 73 anos (Divulgação)

“Voodoo” quebra recorde de velocidade para aviões com motor a pistão

Next Post
O E195-E2 é um dos próximos destaques da aviação regional, com estreia prevista para 2019 (Thiago Vinholes)

Embraer planeja fábrica de aviões comerciais na China

Related Posts