Dono da Azul vence concorrência pela companhia portuguesa TAP

Segundo imprensa do país, consórcio formado por David Neeleman e o empresário português Humberto Pedrosa foi escolhido vencedor pelo governo
Airbus A330 da TAP
Airbus A330 da TAP
Airbus A330 da TAP
Airbus A330 da TAP

O consórcio formado pelo empresário português Humberto Pedrosa e por David Neeleman, dono da Azul, venceu a concorrência para assumir 61% da empresa aérea TAP. A informação foi divulgada pela imprensa do país nesta quinta-feira (11).

De acordo com a agência RTP, o consórcio pretende investir até 350 milhões de euros (R$ 1,2 bilhão) para recuperar a TAP, incluindo a aquisição de 53 novas aeronaves. A outra concorrente na disputa era a também brasileira Avianca, do empresário German Efromovich.

Apesar de na composição da sociedade, Pedrosa, do grupo Barraqueiro, ter a maior parte do capital, é consenso que a empresa será liderada pela companhia brasileira – há algumas cláusulas que impedem que não-europeus controlem empresas de alguns setores na Europa.

Rota Brasil-Portugal

O negócio é oportuno para a Azul que, assim, terá acesso privilegiado a uma das rotas mais importantes para o exterior. Hoje os voos entre Lisboa e várias cidades brasileiras são o principal foco da TAP e o trecho deve ter maior importância ainda nos planos das duas empresas. A ideia é que a Azul e a TAP utilizem Portugal como porta de entrada para vários destinos europeus, assim como Viracopos e outros hubs no Brasil farão o mesmo para os passageiros vindos do Velho Continente.

Raio-X da Azul e da TAP
Raio-X da Azul e da TAP

Total
0
Shares
Previous Post
O pássaro que colidiu com o avião parece ser um urubu (Foto - Eduardo Xenaplio)

Avião da FAB colide com pássaro

Next Post
O AN-2 modernizado é o primeiro avião biplano com winglets (Foto - Sukhoi)

Sukhoi moderniza antigo biplano AN-2

Related Posts