Embraer KC-390 participará do desfile de Sete de Setembro em Brasília

Futuro cargueiro da Força Aérea Brasileira fará sobrevoo pela capital federal nesta quarta-feira
O KC-390 está programado para entrar em operação no segundo semestre de 2017 (Divulgação)
O KC-390 está programado para entrar em operação no segundo semestre de 2017 (Divulgação)
KC-390: presença confirmada no desfile de Sete de Setembro
KC-390: presença confirmada no desfile de Sete de Setembro (FAB)

Maior avião produzido no Brasil, o Embraer KC-390 será um dos destaques da cerimônia de celebração da Independência do Brasil, na Esplanada dos Ministérios, em Brasília (DF). O evento, que está marcado para acontecer a partir das 9 horas da manhã desta quarta-feira (7), será aberto pela aeronave com um desfile aéreo, com direito ainda a outros modelos da Força Aérea Brasileira (FAB), e apresentação da Esquadrilha da Fumaça.

Nove agrupamentos passarão na Esplanada, sendo um composto por 40 militares que exercem funções específicas nas aeronaves da FAB e uma tropa feminina com 60 militares de diversas áreas. Haverá ainda 120 cadetes representando a Academia da Força Aérea (AFA), a Banda da Base Aérea de Brasília, o Grupamento de Especialistas – representando as unidades da FAB localizadas no DF – e a Companhia de Cerimonial Santos Dumont.

No desfile aéreo da cerimônia, serão 23 aeronaves da FAB vão sobrevoar a região. Além do KC-390, ainda em fase de certificação, haverá ainda passagens do caça F-5, o C-97 Brasília, o U-35A Learjet e os helicópteros A-H2 Sabre e VH-34 Super Puma. A Esquadrilha da Fumaça fará uma apresentação sobre o local na parte final do desfile.

Jato de carga e reabastecimento

O KC-390 é uma aeronave de carga e que também pode desempenhar outras funções, como transporte de tropas e reabastecimento em voo. No momento, os protótipos cumprem um intenso programa de voos para homologação. O objetivo é que o aparelho entre em serviço na FAB em 2018.

Esquadrilha da Fumaça voando em formação com o KC-390, no final de fevereiro (FAB)
Esquadrilha da Fumaça voando em formação com o KC-390 (FAB)

Veja mais: O que aconteceu com o porta-aviões do Brasil?

Total
0
Shares
Previous Post
O NAe São Paulo, ex- FS Foch, foi construído na França, no final da década de 1950 (Marinha do Brasil)

O que aconteceu com o porta-aviões do Brasil?

Next Post
O Twin Otter opera atualmente em 57 países (Viking Air)

Antes barrado, Twin Otter tem caminho livre no Brasil

Related Posts