FAB transporta primeiro órgão após decreto de Temer

A aeronave voou de Salvador (BA) até Recife (PE) transportando um fígado para transplante
O transporte do órgão foi realizado por um turbo-hélice C-95 Bandeirante (FAB)
O transporte do órgão foi realizado por um turbo-hélice Embraer C-95 Bandeirante (FAB)

Três dias após o presidente interino Michel Temer assinar o decreto determinando à Força Aérea Brasileira (FAB) manter uma aeronave disponível para transporte de órgãos, a primeira missão desse tipo foi realizada nessa quinta-feira (9).

Segundo informações da FAB, um turbo-hélice Embraer C-95 Bandeirante saiu de Recife (PE) foi a Salvador (BA) pegar o órgão, um fígado para transplante, e depois retornou a capitão pernambucana. A solicitação foi feita pela Central Nacional de Transplantes (CNT) ao SALVAERO-Recife, que coordenou a operação com o Segundo Comando Aéreo Regional  (II COMAR), também localizado na cidade.

O Segundo Esquadrão de Transporte Aéreo (2°ETA) foi acionado em Recife e seguiu para Salvador com uma equipe composta por três tripulantes e uma enfermeira do Hospital Real Português. A aeronave C-95 Bandeirante, comandada pelo Tenente Cayo Cesar, decolou da cidade às 19h10, pousou na capital baiana às 21h03 e, às 23h35, já estava de volta a Recife.

“Foi um orgulho e satisfação muito grande poder cumprir essa missão. Desde que recebemos o acionamento, o mesmo teve um caráter e importância muito maior. Fizemos de tudo para que desse certo e o orgulho tomou conta de toda a tripulação”, comentou o Tenente, em comunicado da FAB.

Veja mais: FAB gasta mais de R$ 100 milhões com revisão de avião presidencial

Total
0
Shares
9 comments
  1. Até que fim!!! a força área está fazendo alguma coisa útil para o sociedade ao invés de só servir para transportar politicos com viagens inúteis pelo pais.

  2. Já deveria estar fazendo isso a mais tempo. E FAB deve ajudar o país e não seus pseudo governantes.

  3. Para quem não sabe, a FAB já transporta órgãos há bastante tempo… Esse tipo de missão não é nova. E antes de falarem que finalmente estamos sendo útil pra sociedade ou que só transportamos políticos, procurem se informar melhor… Não é difícil não, o site da FAB é bem informativo… só precisam ter boa vontade pra acessar igual possuem para criticar… http://www.FAB.mil.br
    Acessem e vejam o quanto a Força já fez e faz por esse país… Somos o apoio silenciosa e discreto que leva esperança a muitos locais e povos desse país que vocês nem fazem ideia que existem.

  4. Isso acontece quando abre para comentários, ter que escutar de um bando de desinformados e críticas sem nenhum fundamento, e o pior, bajular o novo presidente DE GRAÇA!
    A FAB sempre ajudaram a nação, veja toda a viação e trafégo aéreo, é feito com grande profissionalismo mesmo contando com poucos recursos do governo que não investe nessa área e nem reajusta os salários.
    Para o Jose da Fonseca, que deu um 10 para Temer. Parece que não acompanha a politica ou deixou de acompanhar porque a Dilma saiu mas vc leu que ele aumentou o salario do servidor público em uma época de recessão economica?
    Agora, mudando de assunto. Quanto custa o transporte de um orgao (como esse figado)? Digo o C-95 com a tripulação e enfermeiros?
    Será que não existem leis preferenciais em companhias privadas para deixar pelo menos 2 assentos livres em caso de transporte de orgaos? Isso evita gastos e não influenciaria na logistica.

  5. É muito bom ver notícias desse tipo. … parabéns para tripulação , fabio e decreto desse tipo sempre é bem vindo!!!!

  6. E tem muita gente que não sabe, Edson. E na ignorância fala que a FAB nada faz.
    Mas, ao mesmo tempo pergunto: pq há tamanha ignorância em se tratando do trabalho realizado pelas FFAA?
    Sabe, na minha humilde opinião, a “culpa”, digamos assim, passa pelas próprias forças armadas.
    Embora, realizações silenciosas e discretas sejam feitas diuturnamente, acho que deveria haver certa “propaganda” dos feitos, mostrando ao público leigo que a FAB, o EB e a MB não ficam aquartelados, brincando de soldados ou “jogando futebol” (como já ouvi várias vezes de leigos).
    Convoco o amigo Anderson a se informar melhor sobre o muito que se faz (com poucos recursos) no âmbito de nossas forças militares (conhecendo, no âmbito da FAB, as missões humanitárias, de misericórdia e etc).
    Te falo, amigo, realmente, na FAB existe um único grupo, o GTE, que faz o tal transporte vip (certo ou errado, é um grupo de aviação constituído há décadas para tal transporte). No mais, a FAB tem vários outros grupos e esquadrões que podem e realizam transporte de órgãos, de vacinas, de enfermos e etc. Vide o apoio que as FFAA prestam na região amazônica (navio hospital, batalhões de fronteira, construção de pistas de pouso para apoio e etc).
    E quando há calamidades, com quem a população pode contar? Lembra das chuvas no NE em 2004? Da calamidade no RJ em 2011? Entre outras tantas.
    E falo, tudo feito com um orçamento cada vez mais apertado e com falta de “horas de voo disponíveis”.
    Bem, há muitas outras coisas que a missão militar, constitucional, impõe.
    Como bem disse o Edson, acessem e vejam….

  7. Essa é a velha visão distorcida de mercado; deixar dois assentos vagos em um voo significa que os demais passageiros pagarão a conta. Não existe assento gratuito. Quem deveria pagar todos os custos é o SUS através dos nossos impostos, gostem ou não.

Comments are closed.

Previous Post
Segundo a FAB, o Boeing 767 é uma solução emergencial e provisória (Boeing)

FAB aluga Boeing 767 de carga

Next Post
A Boeing assumiu a produção do F-15 após comprar a McDonnell Douglas, em 1996 (USAF)

Após perder dois programas, Boeing pensa em recomeço

Related Posts