Gol inicia cobrança pela internet em voos

Pacotes de acesso à internet nos aviões têm valores a partir de R$ 8 por hora de navegação
A Gol já conta com 31 aeronaves equipadas com sistema de acesso à internet (GOL)
A Gol já conta com 31 aeronaves equipadas com sistema de acesso à internet (GOL)
A Gol já conta com 31 aeronaves equipadas com sistema de acesso à internet (GOL)
A Gol já conta com 31 aeronaves equipadas com sistema de acesso à internet (GOL)

Acabou o período de internet gratuita nos aviões da Gol. A partir desta quinta-feira (18) a companhia aérea começa a cobrar pelo serviço: os passageiros poderão escolher entre diferentes pacotes disponíveis, com valores a partir de R$ 8 por hora de navegação.

A empresa oferecerá opções de acordo com o tipo de serviço e duração de voo, como pacotes apenas para mensagens – como WhatsApp, Skype, Facebook Messenger e IMessage, acesso à e-mail e navegação em sites e redes sociais, além de pacotes para aplicativos de streaming. Após a contratação, o serviço estará disponível para uso em computador portátil, tablet ou smartphone habilitado para Wi-Fi.

A cobrança pela conexão a bordo das aeronaves começa sete meses após o lançamento do serviço, que segundo a empresa ainda estava em fase de “experimentação”. Nesse período, de acordo com a Gol, foram registrados mais de 200 mil acessos à rede em voos nacionais e internacionais.

A plataforma “Gol Online” está presente em 31 jatos da companhia, que tem hoje 115 aviões em operação. A previsão é que até o final de 2018 toda a frota esteja equipada com sistema.

Os aviões contam com um sistema de antenas com tecnologia para comunicação via satélite, que permitem o acesso internet “gate-to-gate”, ou seja, desde o portão de embarque até a chegada ao destino. Além da internet, a plataforma oferece ainda, sem custos, o acesso a filmes, séries, desenhos e mapa de voo.

Veja mais: Boeing entrega primeiro jato de nova geração 737 MAX

Total
0
Shares
0 0 votes
Article Rating
3 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
fred
fred
5 anos atrás

o pessoal fala que nao tem compania de baicho custo no brasil mas qual sera a compania que oferece goibinha balduco e dolly pra comer se fosse 20 reais um vo de 6h ate que ia mais 8 reais a hora nao e o fim do mundo mais temos que ver o que sera oferecido voe com a que mais te respeite para regrar o comportamento das outras

Ernesto
Ernesto
5 anos atrás

Festa dos preços baixos

A irlandesa Ryanair é a que mais ampliou sua rede de voos, com 35 novas conexões, equivalendo a 25%. A suíço-britânica Easyjet está voando para sete destinações adicionais.

Mesmo sem ter crescido em relação ao ano anterior, a Eurowings/Germanwings segue dominando o setor de baixo custo. A subsidiária da Lufthansa detém mais de 50% de participação no mercado, seguida pela Ryanair, com 21,5%, e pela Easyjet, com 11%.

“Só a Ryanair aumentou a oferta em um quinto, oferecendo cerca de 150 voos a mais do que no ano anterior”, observa Berster. Companhias como a Transavia e a Norwegian chegaram a dobrar sua oferta. Mais de 23% de todos os voos de passageiros a partir da Alemanha são de baixo custo.

Os preço médios dos low cost carrier para um voo simples caíram para a faixa entre 44 e 105 euros, contra 64 a 107 euros em 2016. Isso se deve tanto às fortes pressões competitivas quanto à queda do preço dos combustíveis. Apesar de grande presença nos grandes aeroportos, que são mais caros para as companhias aéreas, a Ryanair e a húngara Wizz Air baixaram seus preços em relação ao ano anterior, e a tendência descendente se mantém.

Quase um terço de todos os voos na Europa já fazem parte do segmento de baixo custo. Também a longa distância fica cada vez mais interessante para as companhias de preços baixos. A Norwegian já opera desde 2013 voos para EUA e Ásia, com o moderno Boeing 787, a partir de Copenhague, Oslo ou Estocolmo, e há voos partindo também de Londres, Paris ou Barcelona.

Enquanto isso, no pais continental Brasil, 3 empresas fazem a farra explorando a falta informacao de seus usuarios e se valendo de seus politicos em Brasilia.

Quase 30% dos voos baratos são dentro da própria Alemanha, embora menos de 10% de todos os trechos oferecidos sejam domésticos. A Espanha é um destino turístico crescentemente apreciado, cabendo-lhe 16% do total, ou 85 trechos, num incremento de 20% em relação ao início de 2016.

Além disso, países do Leste Europeu, como Romênia, Hungria ou Bulgária, são cada vez mais procurados. Graças à oferta de voos de longa distância da Eurowings, destinações como os Estados Unidos, Tailândia ou América Central vão ganhando importância.

Rodolfo
Rodolfo
5 anos atrás

daqui a pouco a gol vai cobrar por oxigenio nos voos

Previous Post

O que acontece com o nosso corpo no avião?

Next Post
O rei da Holanda, Willem-Alexander, voa como piloto convidado (KLM)

Rei da Holanda atuou “escondido” como co-piloto nos últimos 21 anos

Related Posts
Total
0
Share