Pilotagem defensiva

Com objetivo de minimizar erros, treinamento CRM prepara pilotos para situações inesperada
Os pilotos treinam todo tipo de situações em avançados simuladores de voo (Boeing)
Os pilotos treinam todo tipo de situações em avançados simuladores de voo (Boeing)
Os pilotos treinam todo tipo de situações em avançados simuladores de voo (Boeing)
Os pilotos treinam todo tipo de situações em avançados simuladores de voo (Boeing)

A profissão de comandante de avião comercial é uma das atividades que mais exigem certificações, experiência e muito treinamento. Um piloto deve saber absolutamente tudo sobre a aeronave que pilota e tem de estar preparado para lidar com qualquer problema que venha a surgir, seja mecânico ou emocional. Em suma, é uma profissão que não toleta erros.

Em nome da segurança e exigido por órgão de aviação, companhias aéreas do mundo todo têm de oferecer aos seus pilotos um treinamento chamado CRM (Corporate Resource Management – Gestão de Recursos Corporativos). É uma espécie de curso de “direção defensiva”, mas para comandar aviões (e claro, muito mais complexo).

“É um treinamento que busca uma melhor coordenação dos profissionais de uma companhia aérea, com o objetivo de minizar o erro humano, fator que contribui para acidentes e incidentes aeronáuticos. Dessa maneira, todos se tornam agentes em prol da otimização da seguranã operacional”, explicou Daniela Gonçalves, subgerente de treinamento de fatores humanos do grupo Latam Airlines (formado pela Tam e Lan Chile), ao Airway.

Como explicou Daniela, o treinamento aborda aspectos como gerenciamento de ameaças e erros, comunicação, liderança, trabalho em equipe, planejamento e tomada de decisão, resolução de conflitos, entre outras habilidades que tornam esses indivíduos mais disciplinados e preparados para qualquer eventualidade.

E o treinamento CRM nunca acaba, pois está em constante evolução: de tempos em tempos esses profissionais passam por cursos de reciclagem.

Segundo a subgerente da Latam, esse treinamento não só aumenta a segurança operacional dos voos, como também contribuiu para aumentar a performance das equipes. Isso reduz o tempo de embarque e desembarque, ou duração do próprio voo, e consequentemente diminui os custos da operação.

O treinamento CRM é exigido no mundo inteiro por órgãos de aviação (Airbus)
O treinamento CRM é exigido no mundo inteiro por órgãos de aviação (Airbus)

“Durante o treinamento técnico de um piloto no simulador, a empresa insere situações que requeiram o uso de habilidades humanas para que este profissional desenvolva competências de multi-gerenciamento”, explica Daniela. Em outras palavras, os pilotos precisam aprender a encontrar uma saída segura para resolver uma situação delicada, caso ela ocorra de verdade.

Comissários de bordo e mecânicos de aeronaves também passam por treinamentos de CRM especifícos para suas áreas. “Customizamos os exemplos que são aplicados em cada uma das áreas e, com isso, maximizamos a chance do profissional se identificar e associar a teoria à sua realidade operacional”, finalizou a subgerente.

A maioria das companhias aéreas, incluindo a Tam e a Lan, seguem uma cartilha de CRM desenvolvida pela empresa de consultoria aeronáutica Global Aviation Services, baseada nos Estados Unidos, com a ajuda de pesquisadores da NASA.

Pilotos e comissários de companhias aéreas são profissionais extremamente bem preparados e totalmente focados em oferecer o maior nível de segurança possível ou até mesmo em casos onde os passageiros podem pensar ser impossível existir uma saída. Por isso, afivele os cintos, relaxe e boa viagem.

Veja mais: Mitos e verdades sobre acidentes aéreos

Total
0
Shares
Previous Post
A Avianca opera atualmente somente com aeronaves Airbus (Avianca Brasil)

Avianca libera celular em “modo avião” durante todo o voo

Next Post
Voando a 2.200 km/h, o Concorde vai ligar São Paulo ao Rio de Janeiro em apenas 15 minutos (Airway)

No dia da mentira, Azul anuncia retorno do Concorde

Related Posts
Total
0
Share