American vai retirar o Boeing 787 da rota SP-Los Angeles

Moderna aeronave será substituída pelo Boeing 777-200, com maior capacidade
Boeing 777-200 da American (foto: Masakatsu Ukon)
Jato oferece mais lugares que o 787, mas experiência de voo é menos agradável (foto: Masakatsu Ukon)
Jato oferece mais lugares que o 787, mas experiência de voo é menos agradável (foto: Masakatsu Ukon)

A American Airlines anunciou ao site Pan Rotas que trocará o equipamento usado na rota São Paulo-Los Angeles até o final do ano. Hoje a frequência é operada pelo Boeing 787-8, um dos jatos mais modernos da atualidade e que oferece um voo menos cansativo que o de modelos semelhantes. Ele será substituído pelo Boeing 777-200 que oferece 28% mais assentos.

No entanto, a viagem, que dura mais de 12 horas, perderá qualidade com a troca. Segundo o diretor regional da American, Dilson Verçosa Jr disse ao site, “o público se beneficiará de uma aeronave maior, sobretudo na classe executiva”. De fato, o 777 é capaz de levar 10 passageiros a mais nessa classe, além de ter 54 assentos a mais na classe econômica e econômica premium. Em vez de 225 lugares do 787, o Boeing maior é capaz de levar um total de 289 pessoas.

Embora não tenha explicado o motivo, a American Airlines pode ter se beneficiado do fim do voo da Korean Air entre São Paulo e Seul, que fazia escala em Los Angeles. Sem o concorrente, parte da demanda migrou para a American e isso certamente afetou a procura por lugares. Mas não deixa de ser um “downgrade” para os passageiros da rota, que agora deixarão de contar com o Boeing 787. Em compensação, a empresa aérea americana já confirmou que trocará o Boeing 777-300ER do voo entre Dallas e São Paulo pelo novíssimo 787-9, versão de maior alcance do birreator.

O Boeing 787 é atualmente o avião mais avançado da companhia (AA)
O Boeing 787 é atualmente o avião mais avançado da companhia (AA)

Destino em alta

Curiosamente, Los Angeles tem sido um destino pouco explorado a partir do Brasil. A American, por exemplo, só estreou um voo direto para a cidade da Califórnia em novembro do ano passado. Até então, havia poucas opções para chegar até a cidade na Costa do Pacífico, a maior parte com conexões em hubs dos Estados Unidos. A Delta chegou a voar para Los Angeles em 2009, mas descontinuou a rota posteriormente.

Veja também: Maior companhia aérea do mundo, American completa 90 anos

Total
0
Shares
0 0 votes
Article Rating
6 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Luiz Carlos Santini Jr
Luiz Carlos Santini Jr
5 anos atrás

Realmente a rota SP – Los Angeles merecia mais empresas, lembro da Varig no passado a famosa rota SP-Los Angeles – Tokio, com 747 ou MD-11, antes havia o DC-10 e até o 707 na década de 70 senão me engano. Também a VASP durante alguns anos a rota SP-Los Angeles – Seoul, voei no MD-11, chegávamos a ter 2 voos diários entre SP – Los Angeles, eram sempre lotados. Pode ser uma nova rota para ser explorada pela LATAM, atualmente via LATAM temos que trocar avião em Santiago ou Lima, outra opção boa é a COPA, com troca de avião no Panamá, escala de pouco mais de 1 hora.

Douglas Arruda
Douglas Arruda
5 anos atrás

Essa história do vôo ser menos cansativo no 787 é balela, pelo menos pra mim. Eu voo uma média de 140 mil KM por ano, a grande maioria no 777-300.
Voar no 787 é semelhante a um A330 ou mesmo o antigo 767. As poltronas das companhias aéreas que eu usei tem perfil fino. São mais apertadas que as do 777 e o avião parece balançar mais – como um avião de menor porte.
Eu sempre tive curiosidade pra ver como seria aquela janela que escurece. Na prática se torna mediante porque você não se livra 100% da luminosidade, prefiro as tradicionais.
Enfim, só uma opinião boba de quem gosta de voar.

César
César
5 anos atrás

Boa tarde! Acompanho sempre as notícias do site e gosto muito do serviço de vocês, mas acredito que há um equívoco, a American não começou a operar voos diretos entre Los Angeles e São Paulo somente em novembro do ano passado, Eu viajei de Los Angeles a São Paulo em Março do ano passado com a American no 777-200!
Abraços

Jorge uoxinton
Jorge uoxinton
5 anos atrás

Um senão de viagem pela AA é a comida. Nos velhos tempos, era comível, mas hoje em dia o passageiro precisa trazer suas próprias refeições, porque o que é oferecido, quando é oferecido e muito ruim.

Julio Cordeiro
Julio Cordeiro
5 anos atrás

O detalhe é que essa rota via Los Angeles era a melhor alternativa para se chegar ao Japão anteriormente…hoje muitos preferem a conveniência de fazê-lo via Emirados Árabes, seja via Dubai (Emirates) ou Abu Dabi (Etihad), ou através do Qatar (Qatar Airways), embora ainda existam vôos via Barcelona – com a Air China e o quase descontinuado com a Singapore Airlines.
Na década de 80 usei essa rota com o DC-10 da Varig, com escala técnica em Lima.

Julio Cordeiro
Julio Cordeiro
5 anos atrás

Teria mesmo era que tirar alguns 767-300 surrados, com opções de entretenimento da década de 1980 de outras empresas…

Previous Post
A Esquadrilha da Fumaça tem presença confirmada no Portões Abertos em São Paulo (FAB)

Campo de Marte recebe evento “Portões Abertos” da FAB

Next Post
Desde os anos 1980, as cabines de primeira classe vêm perdendo passageiros para a classe executiva (Lufthansa)

Primeira classe quase desaparece nas companhias aéreas

Related Posts
Total
0
Share