Avianca estreia voo entre São Paulo e Santiago do Chile

Companhia aérea passa a ligar cidades com duas frequências diárias em mais um passo na estratégia de ampliar seus voos internacionais
Rafael Luiz Canossa
Airbus A320 da Avianca (Rafael Luiz Canossa)
Rafael Luiz Canossa
Airbus A320 da Avianca (Rafael Luiz Canossa)

Após estrear seu voo para Miami, a Avianca Brasil iniciou nesta segunda-feira (07) a ligação entre São Paulo (Guarulhos) e Santiago do Chile, como parte da sua estratégia de ampliação de destinos no exterior e que inclui ainda um voo para Nova York a partir de dezembro.

A capital chilena será atendida por dois voos diários. O primeiro, diurno, decola às 9h05 de São Paulo e pousa Santiago às 12h05. Ele é operador pelo maior avião da empresa, o A330-200, da Airbus. O voo noturno, por sua vez, é realizado com o Airbus A320 e parte da capital paulista às 20h10 com chegada às 23h25. O retorno dos dois voos se dá às 13h50 e 0h55.

Os A330 da Avianca contam com 238 assentos (32 na Business e 206 na Econômica). Na executiva, as poltronas reclinam 180 graus e possuem tela touchscreen de 15 polegadas, já os A320 oferece 150 assentos sendo 12 na executiva. A companhia também prometeu equipar os aviões com wi-fi a bordo num futuro breve.

A nova frequência disputará os passageiros com ninguém menos que a LATAM, que domina o trecho há vários anos, sobretudo após a fusão da TAM com a LAN (Chile). A Avianca quer aproveitar a forte demanda entre os países, tanto para negócios como para turismo – o Chile é um dos destinos sul-americanos mais procurados pelos brasileiros.

A Avianca Brasil agora opera o A330 em versões de passageiros e carga (Avianca)
A Avianca Brasil agora opera o A330 em versões de passageiros e carga (Avianca)

Foco na América

Com uma frota menor que a de suas concorrentes, a Avianca Brasil tem focado sua estratégia no continente americano. Além dos dois voos para os Estados Unidos e agora para o Chile, a companhia pretende anunciar em breve um quarto destino na região, conforme antecipou José Efromovich, CEO da empresa ao portal Pan Rotas.

A Avianca reviu seus planos de expansão internacional e optou por trazer quatro jatos A330 adquiridos diretamente da Airbus enquanto postergou a entrega do primeiro A350 para 2020.

Veja também: Público elege atendimento da Avianca o melhor do Brasil

Total
0
Shares
Previous Post
Esse é o sexto ano consecutivo que a Embraer aparece entre as empresas do setor com melhor avaliação (Embraer)

Embraer lidera ranking de suporte a clientes na aviação executiva

Next Post
A companhia russa Volga-Dnepr Airlines é o principal operador do AN-124, com 12 unidades em serviço (Eric Prado)

Rússia prepara sucessor para o cargueiro AN-124

Related Posts