Azul anuncia novo voo entre Belo Horizonte e Fort Lauderdale

Nova frequência da companhia para os EUA terá três voos por semana com jatos Airbus A330
A Azul conta atualmente com cinco jatos Airbus A330 (Thiago Vinholes)
A Azul conta atualmente com cinco jatos Airbus A330 (Thiago Vinholes)
A Azul conta atualmente com cinco jatos Airbus A330 (Thiago Vinholes)
Os jatos Airbus A330-200 da Azul pode embarcar 298 passageiros (Thiago Vinholes)

A companhia aérea Azul confirmou nesta segunda-feira (26) o lançamento do novo voo de Belo Horizonte para Fort Lauderdale, nos Estados Unidos. O trecho internacional será iniciado a partir de 16 de dezembro e contará com três frequências por semana (segundas, terças e sextas-feiras). Os bilhetes de ida e volta já estão à venda com preços a partir de R$ 3.228.

Fort Lauderdale será o segundo destino nos EUA servido pela Azul a partir da capital mineira. Atualmente, a companhia opera voos de Belo Horizonte para Orlando. Quando em operação, o novo mercado BH-Fort Lauderdale ampliará a oferta de frequências da empresa entre Minas Gerais e EUA para seis operações semanais. A nova rota será operada com jatos Airbus A330-200.

“Esse anúncio é um novo marco na história da empresa e do aeroporto. Belo Horizonte, hoje, é a segunda cidade do país que mais recebe voos da Azul”, disse John Rodgerson, presidente da Azul.

Com o novo voo para os EUA, a Azul passará a ter no aeroporto de Confins, em média, 94 voos diários para 38 destinos, sendo três deles internacionais: Orlando e Fort Lauderdale, nos Estados Unidos, e Buenos Aires, na Argentina.

Como relembrou o site Aeroin, a última vez que o aeroporto internacional de Belo Horizonte teve mais de dois voos para os EUA foi no início dos anos 2000. Nessa época, a capital mineira contava com frequências da Continental para Newark, da United e American para Miami, além da Varig para Nova York.

Veja mais: Gol lança serviço de “stopover” nos aeroportos paulistas

Total
0
Shares
1 comment
  1. Mas, salvo engano, essas rotas a partir de Confins, nos anos 2000, não eram voos diretos, mas com escala em SP OU Rio.

Comments are closed.

Previous Post

FAB envia Hercules para combater incêndios na Amazônia

Next Post

Caça Gripen E do Brasil completa primeiro voo

Related Posts