Azul e TAP anunciam acordo de cooperação comercial

Nova parceria vai permitir as empresas vender seus voos e compartilhar receitas nas rotas entre Brasil e Europa
A Azul Cargo Express aproveita a capacidade do porões no aviões da Azul em voos com passageiros (Azul)
A Azul Cargo Express aproveita a capacidade do porões no aviões da Azul em voos com passageiros (Azul)
O primeiro A330neo da Azul deve estrear no dia 10 de junho (Airbus)
O primeiro A330-900neo da Azul (Airbus)

A Azul anunciou hoje um acordo de cooperação comercial com a TAP de Portugal. Com a parceria, as empresas poderão vender indistintamente seus voos e compartilhar receitas nas rotas entre Brasil e Europa, assim como realizar conjuntamente vendas e ações de marketing, harmonizar ofertas e serviços.

“Estamos muito satisfeitos com o fortalecimento de nossa parceria com a TAP. Por meio deste acordo, ofereceremos mais opções de voos, tarifas competitivas e maior acesso a destinos europeus e brasileiros para nossos clientes”, disse Abhi Shah, vice-presidente de receitas da Azul.

As companhias afirmam que o novo acordo vai aumentar a conectividade de viajantes entre os mercados brasileiro e europeu. A TAP atende atualmente oito cidades brasileiras com voos de Lisboa, enquanto a Azul voa para Lisboa e Porto a partir de Campinas/Viracopos.

A partir de seu hub da capital portuguesa, a TAP tem ainda voos para cerca de 90 destinos pela Europa, América do Norte e África. Já a Azul tem mantém hoje a maior malha aérea do Brasil, presente em mais de 100 cidades, e voos para destinos na Argentina e Uruguai.

A implementação do acordo está sujeita a aprovações de autoridades de concorrência e regulatórios, informou a Azul.

Meio Azul, meio TAP

A relação entre as duas companhias vem sendo estreita nos últimos anos. Fundador da Azul e outras companhias como JetBlue e WestJet, David Neeleman também é um importante investidor da TAP. Em 2015, o empresario brasilo-americano liderou o consórcio Gateway na aquisição de 61% da companhia portuguesa durante seu processo de “semi-privatização”.

A TAP foi o operador de lançamento do A330neo (Airbus)

A mudança vem sendo boa para a TAP, que andava longe dos holofotes da aviação comercial. No último ano, a empresa foi a primeira do mundo a receber o novo Airbus A330neo e hoje possui a maior frota da aeronave, perto de alcançar 20 aviões.

A TAP é a empresa europeia com a maior frequência de voos diretos para o Brasil. Além de atender São Paulo e Rio de Janeiro com voos a partir de Lisboa, a empresa portuguesa também voa para Salvador, Belo Horizonte, Brasília, Recife, Belém e Fortaleza.

Veja mais: Produção do 737 MAX levará anos para ser normalizada

Total
5
Shares
Previous Post

South African Airways deixará de voar para o Brasil em março

Next Post

Air Nostrum deve iniciar voos domésticos no Brasil, diz ANAC

Related Posts