Boeing teria sido autorizada pela FAA a voltar a entregar jatos 787 Dreamliner

Agência de aviação civil dos EUA aprovou as mudanças propostas pela fabricante nesta sexta-feira, disseram fontes da Reuters. Retomada das entregas deve ocorrer em agosto
Boeing 787 (Mika Stetsovski)

Após serem interrompidas em maio de 2021, as entregas do jato widebody 787 Dreamliner deverão ser retomadas em agosto pela Boeing. Segundo fontes da Reuters, a FAA (Federal Aviation Administration) aprovou nesta sexta-feira as mudanças propostas pela fabricante para inspecionar as aeronaves antes de emitir seus certificados de aeronavegabilidade.

A Boeing tem tido dificuldades em entregar o 787 há pelo menos dois anos, quando falhas na fabricação foram constatadas pela FAA. As entregas foram suspensas por cinco meses e retomadas em março do ano passado, mas dois meses depois voltaram a ser interrompidas.

Os problemas afetaram sobretudo as peças em fibra de carbono que são amplamente usadas no jato, o mais moderno da linha. Por conta disso, a autoridade de aviação civil dos EUA assumiu o processo de certificação individual dos aviões, o que antes era feito pela própria Boeing.

Atualmente, há cerca de 120 jatos Dreamliner prontos para entrega nas instalações da Boeing. A fabricante tem produzido alguns aviões, mas só deverá retomar a cadência mensal de cinco aeronaves gradualmente, à medida que conseguir enviar a frota já pronta para seus clientes.

 

Total
6
Shares
Previous Post
O Rafale está em operação na França e no Egito; Qatar e agora a Índia estão da fila de espera (Divulgação)

Iraque oferece pagamento em petróleo por caças Rafale da França

Next Post

Quanto pode custar a conversão do A330 em avião de reabastecimento KC-30?

Related Posts
Total
6
Share