Caça da FAB cai no Rio de Janeiro

Aeronave F-5 Tiger biposto caiu em uma região desabitada; pilotos ejetaram-se e passam bem
O F-5 biposto normalmente é utilizado para treinamento de novos pilotos (FAB)
O F-5 biposto normalmente é utilizado para treinamento de novos pilotos (FAB)
O F-5 biposto normalmente é utilizado para treinamento de novos pilotos (FAB)
O F-5 biposto normalmente é utilizado para treinamento de novos pilotos (FAB)

Um caça Northrop F-5-FM Tiger (versão para dois tripulantes) da Força Aérea Brasileira (FAB) acidentou-se nesta terça-feira (5) na Base Aérea de Santa Cruz, no Rio de Janeiro, às 18h40. Segundo comunicado da FAB, os dois pilotos ejetaram-se e passam bem.

A tripulação realiza um voo local de treinamento e estava em fase de aproximação final, quando foi detectada um problema técnico no trem de pouso que não permitia o pouso em segurança. O pouso de barriga também foi descartado.

Como explica a Aeronáutica, a ejeção era mandatória nesse caso e ocorreu de forma controlada, com a aeronave direcionada a uma região desabitada, não ocorrendo danos pessoais ou materiais no solo.

Equipes de investigação da Aeronáutica estão no local para apurando a ocorrência.

Veja mais: C-767 é o novo avião de transporte da FAB

Total
0
Shares
0 0 votes
Article Rating
4 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
EDSON NUNES
EDSON NUNES
5 anos atrás

Com todo respeito aos nossos militares, más esses aviões da FAB são uma esculhambação. Risco de morte aos operadores e o país jogado às traças no que tange a uma força aérea mais eficaz.

DIEGO
DIEGO
5 anos atrás

Porque não pode pousar de barriga ? Tem vários caças que fizerão isso é foram reparados com pequenos danos…

Marcio
Marcio
5 anos atrás

Forças Armadas, futebol e política são apenas reflexo de uma nação cuja cultura está em decadência. Historicamente, povos que enfrentam essa fase tem duas possibilidades: rompimento coletivo com os valores culturais (corrupção) e se reinventar com nação ou manter o status quo e entrar em estagnação e decadência). Pelo visto, nosso orgulho de ser brasileiro vai nos enfiar na desgraça. Egito, Babilônia, Assíria, Pérsia, Grécia, Roma, Otomanos e tantos outros são passado por isso.

Marcio Miranda Pereira
Marcio Miranda Pereira
5 anos atrás

E assim voa o Brasil.
Marcio Miranda Pereira

Previous Post
A Azul fez uma encomenda de 63 jatos Airbus A320neo (Airbus)

Azul anuncia voos com o Airbus A320neo a partir de novembro

Next Post
Segundo a Stratus, o Volato 400 pode alcançar até 314 km/h (Stratus Indústria Aeronáutica)

Paraíba ganha sua primeira fábrica de aviões

Related Posts