Cessna SkyCourier começa produção com primeira entrega prevista para o final do ano

Turboélice utilitário já completou mais de 700 horas com seus três protótipos e inicia a fase de certificação junto à FAA. Fedex será primeiro cliente
OS três protótipos do Cessna SkyCourier (Textron)

A Textron Aviation, controladora da Cessna, anunciou nesta quinta-feira,25, que seu novo turboélice SkyCourier está prestes a iniciar sua produção em série na fábrica de Wichita, nos EUA. O bimotor de asa alta já acumulou mais de 700 horas de voo, segundo a empresa.

A meta da fabricante é realizar a primeira entrega do SkyCourier para a FedEx até o final de 2021. Para isso, os três protótipos começaram a fase certificação junto à FAA, a agência de aviação civil dos EUA.

“A aeronave teve um desempenho excepcionalmente bom em todas as fases de teste e estamos satisfeitos com seu progresso. Com o início dois teste de voo de certificação, estamos entrando em uma das fases mais importantes do programa SkyCourier e estou confiante em nossa equipe altamente qualificada e nas habilidades excepcionais desta aeronave”, disse Chris Hearne, vice-presidente sênior de engenharia e programas.

O SkyCourier passa por testes em ambientes gelados (Textron)

Segundo a Textron, o SkyCourier completou vários objetivos importantes nas últimas semanas como expandir os limites de altitude e velocidade, ser testado em situações de extremo frio e calor, receber testes simulados de impacto de pássaros, passar pela certificação de gelo natural e dos motores PT6A-65SC, da Pratt & Whitney.

Desenhado para ser uma aeronave bastante versátil, o turboélice utilitário pode transportar 19 passageiros ou 2.700 kg de carga. A Cessna afirma que o SkyCourier será um produto robusto e com baixos custos operacionais.

O novo avião é equipado com uma suíte de aviônicos Garmin G1000 NXi e pode voar a velocidades de até 370 km/h, além de oferecer uma autonomia de 1.667 km. Sua fuselagem não é pressurizada e os trens de pouso são fixos, assim como o ‘irmão’ monomotor Caravan.

A Fedex é a cliente lançadora do SkyCourier (Cessna)

Total
35
Shares
1 comment
  1. Especificações semelhantes às do bandeirante: dois motores pt6, sem pressurização, 17 passageiros do cessna contra 21 do Embraer, 370km/h contra 425. Não poderia a Embraer voltar a fabricar o Bandeirante pra competir com este Cessna?

Comments are closed.

Previous Post
A Embraer estuda montar uma fábrica na China após a estreia do E195-E2, em 2019 (Embraer)

Após falhas no Airbus A220, ANAC exige atualização no Embraer E195-E2

Next Post

Orçamento da União destina R$ 2,3 bilhões para projetos da Aeronáutica em 2021

Related Posts