Companhia aérea do Vietnã analisa aquisição de jatos E2 da Embraer

Vietnam Airlines está em busca de novos jatos regionais para substituir antigos turboélices ATR; empresa avalia os modelos Embraer E190/E195 E2 e o Airbus A220
O jato de demonstração E190 E2 “TechShark” da Embraer fez um tour pelo Vietnã em abril (Embraer)

Principal transportadora aérea vietnamita, a Vietnam Airlines está em busca de novos jatos regionais para substituir sua antiga frota de turboélices ATR 42, que serão retirados de serviço até o fim deste ano. O plano foi anunciado nesta semana pelo CEO da companhia, Le Hong Ha, durante o evento Routes Asia 2022 em Da Nang, no Vietnã.

As opções avaliadas pela companhia são os jatos Airbus A220 e o Embraer E190/E195 E2. De acordo com o Hong Ha, a empresa já iniciu discussões com fabricantes e empresas de arrendamento para encontrar uma aeronave adequada para atender aeroportos com pistas curtas no Vietnã. A companhia também corre contra o tempo e almeja receber os novos aviões até o final de 2023.

De olho no mercado de aviação vietnamita, a Embraer publicou em abril deste ano uma análise sobre o potencial do setor aéreo no país asiático. No texto, a fabricante brasileira destaca que jatos de menor capacidade como os modelos da família E2 têm o tamanho ideal para melhorar a conectividade no Vietnã e desenvolver a economia nacional.

“Uma frota de aeronaves regionais seria fundamental para corrigir essas deficiências e liberar o enorme potencial do país. Este tipo de aeronave elimina a necessidade de extensas atualizações do aeroporto, necessárias para acomodar aeronaves maiores. Nos casos em que são necessárias atualizações de aeroportos, os jatos regionais exigem um custo de atualização de 25% a 50% menor em comparação com grandes aeronaves de fuselagem estreita”, diz a análise da Embraer.

O Airbus A220 é o principal concorrente da família E2 da Embraer (Thiago Vinholes)

Também em abril, a Embraer promoveu um tour de três dias com o jato de demonstração E190 E2 “TechShark” no Vietnã. No mês seguinte, a Airbus fez o mesmo e apresentou o A220 para potenciais operadores no país.

Fundada em 1956, a Vietnam Airlines opera atualmente uma frota com quase 100 aeronaves e atende cerca de 60 destinos domésticos e internacionais. A empresa também é um tradicional cliente da Airbus, que já forneceu mais de 80 jatos para a companhia asiática.

Total
91
Shares
Previous Post

“Joia da coroa”, Aeroporto de Congonhas será leiloado no dia 18 de agosto

Next Post
O Embraer KC-390 vai substituir os veteranos C-130 Hércules da FAB (Embraer)

C-390 para a Índia? Embraer confirma conversas com autoridades do país

Related Posts
Total
91
Share