Companhia chinesa confirma compra de 50 jatos ARJ21 da COMAC

China Express também possui uma pré-encomenda para até 50 jatos C919, o concorrente chinês dos tradicionais Airbus A320 e Boeing 737
O COMAC ARJ21-700 é projetado para transportar até 90 passageiros (Xinhua)
O COMAC ARJ21-700 é projetado para transportar até 90 passageiros (Xinhua)
Primeiro jato comercial chinês, o ARJ21 por enquanto só pode ser operado na China (Peng Chen)
Primeiro jato comercial chinês, o ARJ21 é derivado do antigo McDonnell Douglas DC-9 (Peng Chen)

A companhia aérea regional China Express Airlines confirmou nesta terça-feira (20) sua intenção de comprar 50 jatos ARJ21 da China Commercial Aircraft Company (COMAC). O acordo vem sendo negociado entre as duas partes desde junho deste ano. A compra dos aviões ainda precisa ser aprovada por dois terços dos acionistas da transportadora chinesa.

Em informe divulgado pela Bolsa de Valores de Shenzhen, a China Express diz que concordou em adquirir 50 exemplares do ARJ21-700ER, versão do jato regional chinês com alcance estendido. Até o final deste ano, a companhia diz que vai receber duas aeronaves e o pedido será concluído em 2025. O preço de cada avião gira em torno de US$ 38 milhões (cerca de R$ 213,2 milhões).

A China Express ainda tem pendente a confirmação da segunda parte de seu acordo com a fabricante estatal chinesa, que envolve a compra de até 50 jatos C919, ainda em fase de desenvolvimento e certificação. O novo avião da COMAC é projetado para competir na mesma categoria dos tradicionais Airbus A320 e Boeing 737, os jatos de passageiros mais vendidos no mundo.

Com a compra de até 100 novas aeronaves produzidas localmente, a China Express vai triplicar o tamanho de sua frota, hoje composta por 11 jatos Airbus A320 e 38 modelos Bombardier CRJ900. Este também é a maior acordo negociado pela COMAC com uma companhia aérea privada. Até então, a maioria dos pedidos recebidos pela fabricante partiram de transportadoras estatais chinesas.

“Ajudará a empresa a aumentar constantemente o tamanho de sua frota de aeronaves, aumentar sua força operacional e se concentrar ainda mais na aviação regional, além de operar e promover o desenvolvimento de negócios”, informou a China Express referindo-se a compra de mais aviões.

COMAC C919
A China Express também planeja adquirir 50 jatos C919; avião pode estrear em 2021 (Ken Chen)

A companhia regional chinesa e a COMAC também estão conduzindo um projeto em parceria para avaliar melhorias nas aeronaves, serviços de manutenção e na expansão do mercado internacional para os jatos comerciais fabricados da China, por hora adquiridos somente por empresas locais.

Jatos comerciais “Made in China”

Primeiro jato comercial desenvolvido e fabricado na China (embora seja baseado no McDonnell Douglas DC-9), o ARJ21 voou pela primeira vez em 2008. Após um longo período de desenvolvimento, o avião com capacidade para 90 passageiros estreou no mercado chinês em 2016 com a Chengdu Airlines. Até o final de agosto, a COMAC entregou 34 exemplares da aeronave e recebeu 616 pedidos, sendo a maioria de empresas chinesas (as exceções são empresas do Laos, Indonésia e República Democrática do Congo).

Com maior capacidade e mais complexo que o ARJ21, o C919 começou a ser testado pela COMAC em maio de 2017, após uma série de percalços que atrasaram o voo inaugural do jato. Apesar da demora em lançar o jato, a fabricante chinesa soma 815 pedidos pela aeronave.

Projetado para competir com o Airbus A320 e o Boeing 737, o C919 terá capacidade para receber até 168 passageiros e percorrer cerca de 4.000 km. A entrada em serviço do aparelho está prevista para 2021, mas esse prazo pode acabar sendo empurrado para mais adiante, como já ocorreu anteriormente. O primeiro cliente da aeronave será a China Eastern Airlines.

Veja mais: Embraer entregou 28 aeronaves no terceiro trimestre

 

Total
12
Shares
Previous Post
Boeing 737 MAX - American Airlines

American Airlines remarca voos com o Boeing 737 MAX para dezembro

Next Post

Aposentado, caça stealth F-117 da USAF continua a fazer aparições misteriosas

Related Posts