Embraer entregou 28 aeronaves no terceiro trimestre; série E2 passa em branco

Fabricante registrou aumento na entrega de aviões, mas ainda continua longe dos resultados de 2019
Embraer E190-E2
Jato E2 da Embraer (Embraer)

A Embraer entregou um total de 28 jatos no terceiro trimestre de 2020 (3T20), sendo sete comerciais e 21 executivos (19 leves e dois grandes). Em 30 de setembro de 2020, a carteira de pedidos firmes a entregar totalizava 307 aeronaves avaliadas em USD 15,1 bilhões.

O resultado de entregas de aeronaves da Embraer no período entre julho e setembro apresentou um crescimento de 39% em relação ao segundo trimestre, quando a fabricante baseada em São José dos Campos (SP) entregou 17 aviões (quatro jatos comerciais e 13 executivos).

A despeito do aumento nas entregas de novos aviões, o volume alcançado pela Embraer no 3T20 é 36% inferior ao do mesmo período no ano passado. No 3T19, a empresa entregou 44 aeronaves (17 jatos comerciais e 27 executivos).

Até o final de setembro, a fabricante entregou um total de 59 aeronaves, sendo 16 jatos comerciais e 43 executivos. Em 2019, a Embraer fechou o terceiro trimestre com um acumulado de 117 jatos entregues (54 comerciais e 63 executivos) e encerrou o ano com 198 aviões (89 comerciais e 109 executivos) despachados.

Pedidos e entregas da Embraer no 3T20

Os aviões entregues pela Embraer no 3T20 foram: um exemplar do E190 e seis modelos E175, além de três jatos executivos Phenom 100, 16 Phenom 300 e dois Praetor 500. Os jatos da nova série E2 passaram em branco no último trimestre.

Diferentemente de Airbus e Boeing, que já registraram uma série de cancelamentos de encomendas neste ano em virtude da pandemia do novo coronavírus, a empresa brasileira até o momento não perdeu um único pedido. Em vez disso, os clientes da Embraer estão adiando o recebimento de novos jatos para um momento mais oportuno.

Pedidos e entregas da Embraer no 3T20

Marcos da Embraer no 3T20

No terceiro trimestre de 2020, a Embraer Aviação Executiva alcançou a marca de 250 jatos executivos em operação na América Latina com a entrega de um Phenom 100EV e de um Phenom 300E para dois clientes brasileiros, separadamente. No mesmo período, a fabricante entregou o primeiro Phenom 300E com o novo interior Bossa Nova para Joe Howley, Cofundador do Patient Airlift Services (PALS).

Ainda no 3T20, a Helvetic Airways assinou um contrato de conversão de quatro de seus pedidos firmes remanescentes para o jato E195-E2. A encomenda original, para 12 aeronaves E190-E2, com direitos de compra para outros 12 e de conversão para o E195-E2, foi anunciado em setembro de 2018. Até agora, a Embraer entregou cinco E190-E2 à Helvetic e as entregas das demais sete aeronaves, incluindo os quatro E195-E2, serão concluídas antes do final de 2021, informou a fabricante. Além disso, a Bamboo Airways, do Vietnã, recebeu e iniciou operações com dois jatos E195 usados.

Veja mais: Airbus revela projeto de novo jato de treinamento avançado

Total
65
Shares
Previous Post

Qatar Airways não deverá retomar voos com o A380 antes de 2022

Next Post
Boeing 737 MAX - American Airlines

American Airlines remarca voos com o Boeing 737 MAX para dezembro

Related Posts