Gol reforça acusação contra LATAM, alegando que empresa busca seus pilotos também

Empresa aérea em recuperação judicial teve o aval do Tribunal dos EUA que acompanha o processo de investigar o suposto assédio da rival aos seus jatos Boeing 737
Aviões da Gol e LATAM. Empresa sediada no Chile não é operadora do Boeing 737 (Rafael Luiz Canossa)

O clima entre a Gol e a LATAM azedou ainda mais após a empresa aérea fundada pela família Constantino entrar com pedido de recuperação judicial nos Estados Unidos, o chamado “Capítulo 11”, em 25 de janeiro.

A transportadora tenta renegociar dívidas bilionárias com seus credores, entre eles arrendadores de quase todos os jatos Boeing 737 que voam com ela.

Mas no dia seguinte ao anúncio da concordata, a LATAM enviou carta a alguns desses arrendadores, se mostrando interessada em fechar acordos de leasing pela aeronave.

Siga o AIRWAY nas redes: WhatsApp | Telegram | Facebook | LinkedIn | Youtube | Instagram | Twitter

Como se sabe, a LATAM não voa com o Boeing 737 nem mesmo como cargueiro. A empresa aérea com sede em Santiago do Chile é cliente apenas da Airbus e a família A320 em se tratando de jatos de um corredor.

Uma cópia da carta foi publicada na semana passada e mostra que a LATAM está à procura de mais jatos A320 em virtude dos problemas com os motores PW1000G.

Carta que teria sido enviada pela LATAM aos arrendadores com aviões da Gol (Reprodução)

No entanto, além de pedir por jatos A320 e A321, a empresa também solicita informações sobre aeronaves Boeing 737-800 e 737 MAX, justamente as que compõem a frota da Gol.

Segundo a Reuters, o advogado da LATAM reconheceu a existência da carta, mas afirmou que a companhia aérea estava tentando apenas reforçar sua frota.

O juiz do tribunal dos EUA, Martin Glenn, viu indícios de que a tática da LATAM pode ter violado a lei de falências e autorizou a investigação.

(Gol)
Boeing 737 MAX (Gol)

Anúncio da LATAM busca pilotos de Boeing 737

A Gol também alega que a LATAM está assediando pilotos da empresa assim como tem desencorajado agentes de viagens a reservar seus voos.

Nesse caso, o juiz não admitiu relação com a Gol sobre um recente anúncio em que a LATAM busca pilotos de 737.

As ações da Gol caíram 72% neste ano, indo de R$ 8,35 para apenas R$ 2,33 na sexta-feira, 9 de fevereiro.

Total
0
Shares
1 comment

Comments are closed.

Previous Post

Estados Unidos conseguem reaver Boeing 747-300 que estava apreendido há 18 meses na Argentina

Next Post

Indonésia teria descartado aquisição de 12 caças Mirage 2000-5 de segunda mão

Related Posts
Total
0
Share