Imagens dos destroços do Boeing 737-200C acidentado no Havaí são divulgadas pelos investigadores

Aeronave de carga da Transair fez um pouso de emergência no mar no dia 2 de julho após decolar do Aeroporto de Honolulu
A cabine do 737-200C no fundo do mar (NTSB)

O NTSB (National Transportation Safety Board), órgão dos EUA que investiga acidentes no transporte, divulgou imagens submarinas dos destroços do Boeing 737-200C que realizou um pouso no mar após problemas em seus dois motores no dia 2 de julho.

A aeronave, operada pela companhia aérea Transair (Rhoades Aviation) havia decolado do Aeroporto de Honolulu, no Havaí, mas 23 minutos depois realizou um pouso de emergência na água ao tentar retornar para a pista.

Os dois tripulantes foram resgatados sem ferimentos graves enquanto o jato acabou afundando na baía de Mamala.

O avião partiu ao meio após o pouso na água (NTSB)

As imagens do NTSB mostram o 737-200 partido ao meio, com os motores Pratt & Whitney JT8D separados das asas – os pilotos apontaram que houve falha em ambos turbofans.

O jato prefixo N810TA fazia parte de uma frota de seis 737-200 convertidos para cargueiros. A aeronave operava há 46 anos após ser entregue em outubro de 1975 para a extinta companhia aérea Pacific Western Airlines, do Canadá.

Parte do motor JT8D (NTSB)

A Transair passou a operar o Boeing 737 em 2014 em voos de carga no Havaí. O voo T4810 tinha como destino o Aeroporto de Kaluhui, na ilha de Maui, distante 162 km de Honolulu.

As causas do acidente ainda não são conhecidas.

O Boeing 737-200C N810TA (li cheng TSAI)

Total
392
Shares
0 0 votes
Article Rating
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Wellington Faria Santos
Wellington Faria Santos
11 meses atrás

BOEING 737-275 Freighter (Carga) registrado N810TA Transair foi operado para a Transair pela Rhoades Aviation. BOEING 737-200 Super Advanced foi entregue pela BOEING Company pela primeira vez à empresa aérea Pacific Airlines, em 1975.
BOEING 737-200F cargueiro de 43 anos voava para a Transair desde 2014. As empresas aéreas de carga operam aviões antigos de passageiros transformados em cargueiros por que o leasing ser mais baratos do que um avião de carga novos fabricado da BOEING Company e da AIRBUS Industrie.

Previous Post

LATAM retoma voos para Bogotá e Paris e chega a 418 voos diários em sua malha

Next Post

SKY Express adquire seis turboélices ATR 72-600

Related Posts
Total
392
Share