Jato executivo da Honda será vendido no Brasil

Com design inovador, aeronave fará primeira aparição no país em agosto em feira. Vendas serão feitas pela Líder Táxi Aéreo
O HondaJet pode viajar com até sete ocupantes (Honda)
O HondaJet pode viajar com até sete ocupantes (Honda)
O HondaJet fará primeira aparição na América do Sul em agosto
O HondaJet fará primeira aparição na América do Sul em agosto

A Honda vai ampliar sua atuação no Brasil, que hoje compreende de carros, motos a produtos como cortadores de gramas. A fabricante japonesa anuciou nesta segunda-feira (20) que venderá seu inédito e revolucionário jato executivo no país, o HondaJet.

A primeira aparição do modelo ocorrerá entre 11 e 13 de agosto, durante a LABACE, uma feira de aviação executiva realizada anualmente no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo. Será a oportunidade para empresa expor pela primeira vez o jato aos potenciais clientes.

Para representá-la no Brasil, a Honda escolheu o grupo mineiro Líder Táxi Aéreo, conhecido no mercado pela sua ligação com a empresa Bombardier, que produz jatos da própria marca e também da LearJet.

O Brasil será o 11º país onde o HondaJet será comercializado, incluindo os Estados Unidos e vários mercados na Europa.

Gestação difícil

O HondaJet se diferencia de outros modelos da categoria por ter os motores instalados sobre as asas. A vantagem dessa configuração é aumentar a eficiência do voo ao permitir maior velocidade e conforto além de economia de combustível – ele pode voar acima de 770 km/h em regime de cruzeiro e utiliza motores turbofan fabricados pela própria empresa.

Porém, a inovação deu trabalho à Honda: nascido no final da década de 90, o HondaJet teve um longo período de desenvolvimento entre o primeiro voo do protótipo, em 2003, até a certificação para operação comercial, obtida em março deste ano pelo FAA americano (órgão de aviação civil dos Estados Unidos).

Com capacidade para até 6 passageiros, o jato da Honda será rival do Embraer Phenom 100 e do Cessna Citation M2, entre outros modelos. O preço oficial do jato é de US$ 4,5 milhões (14,5 milhões de reais, aproximadamente).

Total
0
Shares
Previous Post
O Mistral comporta até 16 helicópteros, além de 70 veículos terrestres (Foto - Marinha da França)

França pode vender ao Brasil porta-helicópteros feitos para a Rússia

Next Post
O primeiro voo do 14-Bis aconteceu em 12 de novembro de 1906. O aparelho voou por 220 metros (Fotos - Domínio Público)

Conheça as máquinas voadoras de Santos Dumont

Related Posts
Total
0
Share