Marinha do Brasil adquire três helicópteros Airbus H135

Negociação foi realizada pela Helibras, divisão do grupo Airbus no Brasil; aeronaves vão substituir os Esquilo Biturbina, operados pela Marinha desde os anos 1980
(Airbus)
(Airbus)
Os novos helicópteros da Marinha do Brasil serão equipado com kits aeromédicos (Airbus)

A Helibras anunciou nesta quinta-feira (21) a assinatura de um contrato com a Marinha do Brasil (MB) para a entrega de três helicópteros Airbus H135. As aeronaves serão destinadas ao 1° Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral (HU-1), baseado em São Pedro da Aldeia (RJ). Os novos modelos vão substituir os atuais AS355 Esquilo Biturbina (UH-13 na sigla da Marinha), operados pela Marinha desde 1986.

O H135 é um dos modelos mais requisitados atualmente em seu segmento. A aeronave encomendada pela Marinha é um helicóptero utilitário biturbina leve e pode cumprir uma série de tarefas. Entre suas principais missões com clientes militares então voos de transporte de pessoal e cargas, busca e salvamento, inspeção naval e, em especial, evacuação aeromédica: dois dos três helicópteros adquiridos pela MB estão equipados com kits aeromédicos.

O novo helicóptero utilitário da Marinha também pode, no futuro, participar de missões do Destacamento Aéreo da Missão Antártica Brasileira. Essa tarefa já foi realizada pelos UH-13, embarcados em navios da Marinha Brasileira.

“Essa assinatura amplia e consolida a parceria de mais de 40 anos que temos com a Marinha do Brasil, ressaltando que também foi nosso primeiro cliente no país, com a aquisição dos Esquilos, em operação até hoje. O modelo possui um dos menores custos de operação de sua categoria e um excelente índice de disponibilidade, sendo o helicóptero ideal para atender as exigentes missões e necessidades da Marinha”, afirma Richard Marelli, presidente da Helibras e Head of Country da Airbus no Brasil.

(Helibras)
Os H135 vão substituir os Esquilos Biturba da Marinha, já usados em missões na Antártica (Helibras)

O acordo ainda inclui o pacote de suporte e serviços e o PBH (em inglês, Parts By Hour), programa de manutenção por hora de voo que assegura a disponibilidade de peças na frota. O valor da negociação não foi divulgado.

As novas aeronaves passarão por adaptações na fábrica da Helibras, em Itajubá (MG), para atender aos requisitos de missões da Marinha, tais como instalação de gancho, flutuador, guincho, radar meteorológico, entre outros, informou a fabricante. A MB ainda não divulgou quando os helicópteros entram em operação.

Atualmente, cerca de 130 unidades do H135 são operadas pelas marinhas de vários países como Alemanha, Austrália, Espanha, Japão e Reino Unido.

Veja mais: Airbus entrega 1.300° helicóptero da família H135

Total
0
Shares
Previous Post

Mesmo sem joint venture, Boeing já negocia o KC-390 com possíveis clientes

Next Post
Estranho, mas revolucionário: o SF50 tem bom desempenho e leva até 7 passageiros (Cirrus Aircraft)

Entrega de aeronaves na aviação geral mundial cresceu 5% em 2018

Related Posts