Missão cumprida: KC-390 da FAB pousa em Beirute com ajuda humanitária

Aeronave enviada ao Líbano transportou cerca de 5,5 toneladas de alimentos, medicamentos e equipamentos hospitalares
O protótipo 01 do KC-390 voou pela primeira vez em 3 de fevereiro de 2015 (FAB)
O protótipo 01 do KC-390 voou pela primeira vez em 3 de fevereiro de 2015 (FAB)
O KC-390 é o maior avião já desenvolvido pela Embraer (FAB)
O KC-390 é o maior avião já desenvolvido pela Embraer (FAB)

O KC-390 com matrícula FAB 2855 da Força Aérea Brasileira (FAB) pousou agora pouco no Líbano após uma viagem de 30 horas para prestar assistência humanitária as vítimas da forte explosão no porto de Beirute, ocorrida na última terça-feira, 4 de agosto.

A aeronave partiu ontem da Base Aérea de São Paulo, localizada no aeroporto internacional de Guarulhos, com cerca de 5,5 toneladas de remédios, alimentos e equipamentos médicos para o atendimento emergencial na capital do Líbano. Os itens foram doados pelo Ministério da Saúde e pela comunidade libanesa radicada no Brasil.

O voo do KC-390 até Beirute exigiu paradas de reabastecimento em Fortaleza (CE), Ilha do Sal (Cabo Verde) e Valência (Espanha). A aeronave multimissão foi acompanhada por um Embraer 190 VC-2 da FAB, que transportou a delegação da missão humanitária brasileira no Líbano, chefiada pelo ex-presidente Michel Temer. As duas aeronaves retornarão ao Brasil no próximo domingo, 16.

O envio da ajuda ao Líbano foi anunciada no último domingo, 9, pelo presidente Jair Bolsonaro em videoconferência com chefes de estado e de governo de outros países para tratar das ações internacionais de apoio às vítimas da explosão em Beirute. O trabalho é coordenado pelos Ministérios das Relações Exteriores, da Defesa e da Saúde, no âmbito do Grupo de Trabalho Interministerial sobre Cooperação Humanitária Internacional, cuja secretaria executiva cabe ao Itamaraty.

Está é a primeira vez que o Embraer KC-390 participa de uma missão internacional. A FAB conta atualmente com três aparelhos em operação de um total de 28 exemplares encomendados.

A forte explosão em Beirute foi causada após um incêndio que atingiu um armazém no porto da cidade contendo 2.750 toneladas de nitrato de amônio. O acidente devastou bairros inteiros da capital libanesa e deixou mais de 150 mortos e 3 mil feridos, além de 300 mil pessoas desabrigadas.

Veja mais: Design final dos Embraer KC-390 de Portugal é definido

Total
190
Shares
Previous Post
Enquanto o MAX 10 não chega, o novo 737 MAX 9 é o maior 737 já produzido pela Boeing (Divulgação)

Boeing já perdeu quase 400 pedidos pelo 737 MAX em 2020

Next Post

Sargento da FAB rouba equipamento de R$ 25 mil e anuncia no Mercado Livre

Related Posts