Museu da FAB em Recife é reaberto

Atração tem entrada gratuita e conta com exposição das aeronaves Xavante e TF-33, além de outras peças raras
O antigo caça Lockheed TF-33, usado pela FAB entre 1955 e 1975, é uma das atrações do museu em Recife (Foto - FAB)
O antigo caça Lockheed TF-33, usado pela FAB entre 1955 e 1975, é uma das atrações do museu em Recife (Foto – FAB)
O antigo caça Lockheed TF-33, usado pela FAB entre 1955 e 1975, é uma das atrações do museu em Recife (Foto - FAB)
O antigo caça Lockheed TF-33, usado pela FAB entre 1955 e 1975, é uma das atrações do museu em Recife (Foto – FAB)

Após ficar cerca um ano fechado para reformas, o “Museu do Segundo Comando Aéreo Regional” da Força Aérea Brasileira (FAB) foi reaberto no início deste mês em Recife (PE). A atração fica a apenas 300 metros da famosa praia de Boa Viagem.

O acervo do museu reúne dois aviões históricos da FAB, o jato de treinamento e ataque leve Embraer Xavante e um antigo caça Lockheed TF-33, que serviu no País entre 1955 e 1975. Além das aeronaves, o local também reúne uma coleção de dioramas e outros itens especiais, como a bandeira do Brasil que o astronauta Marcos Pontes levou a Estação Espacial Internacional e um míssil Piranha, de fabricação nacional, entre outros.

O próprio museu fica em um prédio histórico, construído em 1943, durante a Segunda Guerra Mundial, para servir como quartel-general das forças armadas dos Estados unidos, responsáveis pela defesa do Atlântico Sul.

O local ainda mantém móveis originais da época, que mostram o ambiente de trabalho do Marechal Eduardo Gomes no Recife na década de 1940, quando ele autorizou o ataque contra qualquer submarino que ameaçasse navios brasileiros. Desde 1995 o espaço é dedicado a preservar a memória da aviação brasileira.

Com entrada gratuita, o museu fica na avenida Armindo Moura, 500, em Boa Viagem. A visitação está aberta de segunda a quinta das 8h às 12h e das 13h30 às 17h, e as sextas das 8h às 12h.

Veja mais: Avião que vitimou ex-presidente Castello Branco é restaurado

Galeria de fotos:

Total
0
Shares
Previous Post
O primeiro voo do KC-390 foi realizado no dia 3 de fevereiro de 2015 (Embraer)

Itália pode se tornar cliente do maior avião do Brasil

Next Post

Voando para o Polo Norte

Related Posts