Airbus A330-800neo - Kuwait Airways

Nova estrela do Oriente Médio: a Kuwait Airways é o único cliente do A330-800neo (Airbus)

A Kuwait Airway, companhia aérea nacional do Kuwait, recebeu nesta quinta-feira (29) seus dois primeiros Airbus A330-800. A empresa do Oriente Médio é o primeiro cliente da menor variante da família A330neo, com oito aeronaves encomendadas.

“A introdução do A330neos em nossa crescente frota fortalece a posição da Kuwait Airways como uma companhia aérea de destaque no setor de aviação regional e global. Como estamos continuamente revisando as necessidades de nossos passageiros para oferecer serviços de excelência, aliados ao conforto e segurança durante cada voo, a chegada do A330neos dá início a uma nova fase nos serviços que prestamos aos nossos passageiros a bordo, além de um transporte aéreo eficiente”, celebrou o presidente da Kuwait Airways, capitão Ali Mohammad Al-Dukhan.

Os A330neo da Kuwait Airways são configurados para receber 235 passageiros, com 32 leitos na classe executiva e 203 assentos na área econômica.

“O A330neo é a aeronave certa para a Kuwait Airways nestes tempos difíceis. Com o melhor conforto da classe no espaço aéreo, a aeronave rapidamente se tornará a favorita dos passageiros. Graças ao seu alto nível de semelhança e vantagens de custo, o A330neo se integrará de forma fácil e eficiente à frota atual de A320s, A330s da Kuwait Airways e sua futura frota de A350”, acrescentou o presidente da companhia aérea.

“Patinho feio” da Airbus, o A330-800 somou até o momento apenas 14 unidades encomendas, enquanto a versão A330-900 tem mais de 200 pedidos. Além da Kuwait Airways, a Uganda Airlines também vai operar o novo jato (dois pedidos) e a há quatro pedidos de clientes não revelados.

Apesar da pequena clientela, o potencial do A330-800 é interessante: trata-se de um jato com alcance acima dos 15.000 km e capacidade para transportar entre 220 e 260 passageiros (ou 406 ocupantes num improvável layout de alta densidade).

Longo alcance e baixo custo

O A330-800 foi desenvolvido para substituir o A330-200, lançado em 1998 e com cerca de 660 unidades produzidas. O novo jato mantém o mesmo comprimento (58,8 m) e capacidade de passageiros (257 a 406) de seu antecessor, mas ganhou soluções que o tornam mais eficiente e ampliam a autonomia de voo.

Airbus A330-800 - voo inaugural

O voo inaugural do A330-800 foi realizado em 6 de novembro de 2018, um ano após o A330-900 (Airbus)

As principais mudanças no A330-800 em relação ao A330 da primeira geração são as asas de maior envergadura (de 60 metros para 64 m), winglets de nova geração (que a Airbus chama de “Sharklets”), e os motores Rolls-Royce Trent 7000, que geram mais potência com menor consumo de combustível.

Segundo a Airbus, o consumo de combustível por assento do A330neo é 25% mais baixo do que os dos concorrentes da geração anterior. Além de substituir os A330 mais antigos, os novos modelos ainda brigam pelas vagas de antigos Boeing 767 e, de certa forma, também aparecem como uma alternativa mais acessível aos caros 787-8 e 787-9 Dreamliner.

Veja mais: Embraer divulga ilustração de seu futuro avião turboélice de passageiros