Polonesa LOT deve anunciar pedido de ao menos 50 jatos E2 ou A220

Companhia aérea, que foi a cliente de lançamento dos E-Jets da Embraer, pretende renovar sua frota de aviões regionais em breve
Embraer E195 da LOT (tjdarmstadt)

A LOT Polish Airlines voltou a pensar em seu plano de renovação de frota após o período mais crítico da pandemia. Em entrevista ao site Fly4Free, Maciej Wilk, membro do conselho de administração da companhia confirmou o interesse em novos jatos regionais da Embraer e Airbus.

“No momento, estamos avaliando [aviões de nova geração] e atualmente a escolha está entre o Embraer E2 e o Airbus A220”, afirmou Wilk.

Atualmente, a LOT possui 49 aeronaves regionais em sua frota, entre turboélices Q400 e jatos regionais da Embraer, por isso o acordo potencial será de ao menos 50 pedidos firmes.

A companhia aérea polonesa foi a cliente lançadora dos família E-Jet ao receber o primeiro E170 de produção em 2004. A empresa mantém uma frota de 35 aviões da série, incluindo todas as versões (além do E170, também o E175, E190 e E195).

Airbus A220-300 (Airbus)

Antes da pandemia, a LOT havia acertado a compra de jatos E195 com a Azul, que havia decidido acelerar o recebimento dos novos E195-E2, porém, o acordo foi desfeito em vista das mudanças no air travel em relação a uma agenda mais sustentável.

A experiência com os aviões brasileiros sugere um favoritismo, porém, Wilk observou que “os Embraer Série 1 e Série 2 são aeronaves 90% diferentes” em matéria de estrutura, peças de reposição e outros fatores.

Além de já ter decidido aposentar os Q400, a LOT também está de mau humor com a Boeing, da qual é cliente do 787 Dreamliner e do 737. A companhia renunciou a algumas encomendas desses modelos e briga na Justiça sobre uma indenização a respeito do atraso na entrega dos 737 MAX.

Por essa razão, uma oferta mais ampla da Airbus, que poderia fornecer não só o A220 como também a família A320neo, seria uma alternativa atraente.

A LOT, no entanto, não estimou quando deverá realizar o anúncio da aeronave escolhida.

E170 da LOT: companhia estreou família E-Jet em 2004 (Adrian Pingstone)

Total
125
Shares
4.5 2 votes
Article Rating
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Dario Lemos
Dario Lemos
5 meses atrás

Pelo panorama atual a favorita é a fabricante francesa (quer dizer, “européia”), a pista está nas declarações deste membro do Conselho da empresa. Infelizmente, a Embraer deve perder este importante cliente e será mais uma vitória do ex-produto da Bombardier.

Previous Post

UAC conclui primeiro MC-21 com asas de compósitos fabricadas na Rússia

Next Post

ITA Airways confirma pedido firme de 28 aeronaves da Airbus

Related Posts