Qantas vai colocar seus Embraer E190 em voos internacionais para Cingapura

Aeronave regional passará a ligar a cidade de Darwin, no norte da Austrália, ao país do Sudeste Asiático a partir de dezembro, segundo rota internacional do jato brasileiro
Jato E190 da Alliance com a pintura da QantasLink (Embraer)

A companhia aérea australiana Qantas vai retomar uma rota internacional que não era realizada desde 2006, entre Darwin, no norte da Austrália, e Cingapura.

O voo terá início em 9 de dezembro com cinco frequências semanais e diário a partir de março de 2025. E a aeronave escolhida é o jato Embraer E190.

A Qantas tem à sua disposição nada menos que 21 jatos E190, todos fornecidos pela Alliance Airlines, que os opera em regime de wet-leasing.

A distância entre as duas cidades, de cerca 3.300 km, está bastante dentro do alcance da aeronave brasileira, mais comumente vista em rotas regionais.

A Qantas vai estrear a nova rota para Cingapura em dezembro (Qantas)

Para a Qantas, voltar a voar a partir de Darwin significa facilitar não apenas o trânsito de passageiros na rota, mas também encurtar as viagens para destinos na Ásia e Europa, aproveitando conexões possíveis a partir de Cingapura.

Siga o AIRWAY nas redes: WhatsApp | Facebook | LinkedIn | Youtube | Instagram | Twitter

Segundo a empresa aérea, os passageiros poderão economizar cerca de 5 horas para chegarem a Londres, já que atualmente é necessário voar para hubs em cidades como Sydney ou Melbourne para então embarcar para o Reino Unido.

Voos para o Timor Leste

A Qantas abriu uma nova base em Darwin, no litoral norte australiano, em 2022, disponibilizando quatro jatos regionais E190 no aeroporto local.

Cingapura será o segundo destino internacional a partir do Aeroporto de Darwin, que já tem voos para Díli, no Timor Leste, desde julho de 2022, que são também operados com o jato brasileiro.

Apesar de ser uma grande operadora dos jatos da Embraer, a Qantas preferiu o A220 para substituir seus Boeing 717 (Qantas)

“Estamos entusiasmados por oferecer aos nossos clientes outra nova rota internacional saindo de Darwin e por fortalecer as importantes ligações comerciais, empresariais e turísticas entre a Austrália e Singapura”, disse o CEO da Qantas International, Cam Wallace.

“O serviço direto não é apenas uma ótima notícia para os habitantes que desejam visitar Singapura, mas também para aqueles que viajam para Londres, Europa e todo o Sudeste Asiático, com conexões para destinos populares como Phuket e Kuala Lumpur com nossas companhias aéreas parceiras, economizando horas de viagem”, acrescentou o executivo.

Apesar de parecer satisfeita com a frota alugada de aviões da Embraer, a Qantas decidiu optar por outra aeronave para substituir seus antigos Boeing 717, o Airbus A220-300, do qual o primeiro exemplar foi entregue em dezembro.

Total
0
Shares
1 comment
  1. Os E2 não vai vingar mesmo desse jeito,ele concorre não só com os A 220 mas também com seu irmão mais velho kk aí não dá, péssima notícia essa ai

Comments are closed.

Previous Post

Airbus elimina “pedidos fantasmas” de aviões da companhia aérea Iran Air

Next Post

“Bombardeiro morcego” B-21 Raider fez seu segundo voo nesta quarta-feira, nos EUA

Related Posts
Total
0
Share