United reduz peso de revista de bordo para economizar 80 mil litros de combustível

Companhia adotou um pacote de medidas para diminuir em 30 mil toneladas as emissões de CO2 de sua frota
A United também eliminou o serviço de duty-free a bordo de suas aeronaves para redução de peso (Divulgação)
A United também eliminou o serviço de duty-free a bordo de suas aeronaves para redução de peso (Divulgação)
A United também eliminou o serviço de duty-free a bordo de suas aeronaves para redução de peso (Divulgação)
A United também eliminou o serviço de duty-free a bordo de suas aeronaves para redução de peso (Divulgação)

A companhia aérea United Airlines, dos Estados Unidos, adotou um pacote de iniciativas para tornar seus voos mais sustáveis e eficientes. Entre as mudanças realizadas, destaca-se a diminuição de 28 gramas de cada exemplar de sua revista de bordo, Hemispheres, com a adoção de um tipo de papel mais leve.

Como explica a companhia, o número parece pequeno, mas se levado em consideração a quantidade de voos que a empresa realiza, cerca de 4.500 por dia, obtém-se uma grande diferença. A United estima que a redução no peso da revista deve poupar, sozinha, o consumo anual de 171 mil galões (cerca de 80,9 mil litros) de combustível, quantidade avaliada em cerca de US$ 290 mil (o equivalente a R$ 942,3 mil).

Outra medida implementada pela companhia foi a interrupção da venda de produtos duty free dentro dos aviões, que pode economizar 1,4 milhão de galões (5,1 milhões de litros) de combustível por ano, o equivalente a US$ 2,3 milhões. Em 2017, a empresa também iniciou a instalação de winglets Split Scimitar em 41 Boeings 757-200 para melhorar a aerodinâmica das asas e ajudar na economia de, em média, 30 galões (113,5 l) de combustível por voo.

A United espera que a adoção dessas medidas reduza em 30 mil toneladas as emissões de dióxido de carbono de sua frota em 2018, o que seria o equivalente a retirar 6.400 carros de circulação no mesmo período.

Os winglets Split Scimitar reduzem a resistência aerodinâmica do avião (Divulgação)
Os winglets Split Scimitar reduzem a resistência aerodinâmica do avião, tornando-o mais eficiente (Divulgação)

Além das soluções aerodinâmicas e a redução de peso das aeronaves, a United também conta com uma programa de lavagem de motores que colabora com a economia de combustível. Considerando apenas a aplicação do projeto nos aeroportos de Guarulhos, em São Paulo, e no Galeão, no Rio de Janeiro, a medida ajuda a diminuir o consumo de combustível da aeronaves em cerca de 130 mil galões (492 mil litros) por ano, resultando na redução de emissão de 1.285 toneladas de CO₂ nos céus brasileiros.

Veja mais: Qatar Airways revela interesse em jato comercial supersônico

Total
0
Shares
1 comment
  1. Esqueçam a preocupação ambiental, isso é cascata…o negócio e economizar combustível e muito dinheiro.

Comments are closed.

Previous Post
Segundo a ANAC, o mercado brasileiro conta atualmente com 47 pilotos de linha aérea mulheres (GOL)

Número de pilotos mulheres cresceu 106% no Brasil

Next Post
O primeiro A380 a estrear voos comerciais está estacionado na França, à espera de um novo operador (Tarmac Aerosave)

Mais um Airbus A380 é armazenado na França

Related Posts
Total
0
Share