Boeing HH-47

Três fornecedores em potencial estão na competição do programa do novo helicóptero de busca, combate e resgate – CSAR-X da USAF num contrato de 15 bilhões de dólares. O Boeing HH-47 venceu a competição original, mas o contrato foi suspenso pelo escritório de contabilidade do governo norte americano.
As duas equipes perdedoras: Lockheed Martin/AgustaWestland e Sikorsky ofereceram respectivamente o US101 e o HH-92 com seus protestos atendidos pela USAF na segunda competição CSAR-X, forçando a arma a solicitar uma terceira licitação da competição. Todos os três competidores têm até o dia 20 de janeiro para entregarem suas propostas a USAF. Oficiais da força aérea avaliarão as propostas e ainda planejam selecionar o fornecedor no final do ano.

Entretanto a nova administração do presidente Barack Obama pode alterar o cronograma. A Boeing disse oficialmente que há contínuo foco para fornecer melhorias na plataforma HH-47, linha de produção ativa e excepcional performance na aeronave em combate e operações humanitárias. A Lockheed e Sikorsky confirmam que também apresentaram propostas de modernização. Os termos da nova competição foram divulgados durante um período de dois anos.