Wizz Air faz operação secreta para resgatar avião preso na Ucrânia

Airbus A320 da operadora europeia teria voado com transponder desligado em baixa altitude
Airbus A320 da Wizz Air (Wizz Air)

A empresa aérea de baixo custo Wizz Air realizou uma operação digna de filmes de espião para resgatar um Airbus A320 que estava preso na Ucrânia desde a invasão russa no país, em fevereiro deste ano.

Segundo dados do site de rastreamento FlightRadar24, o A320-232 de matrícula HA-LWS decolou no dia 13 de setembro do aeroporto de Lviv, depois de ficar quase sete meses parado.

A aeronave saiu provavelmente com o transponder desligado e voou em baixa altitude, a apenas 10 mil pés, para passar despercebido por radares e defesas anti-aéreas.

Os dados sugerem que o sistema de rastreamento foi ligado apenas depois de cruzar a fronteira com a Polônia. O avião pousou logo em seguida no aeroporto de Katowice, a apenas 356 quilômetros de Lviv.

Dados do FlightRadar24 mostram o avião apenas depois de cruzar a fronteira com a Polônia

Um porta-voz da Wizz Air confirmou ao site Business Insider que o avião foi recuperado em 13 de setembro “depois de uma profunda investigação de riscos e minuciosa preparação”.

A operadora com base na Hungria ainda espera resgatar mais três aviões que estão presos no aeroporto de Kiev, mas não deu detalhes sobre futuras operações.

Diversas empresas aéreas estão com avião parados na Ucrânia e Rússia devido ao fechamento do espaço aéreo com o conflito entre russos e ucranianos.

No mês passado, a Wizz Air disse que planejava retomar os voos para a Rússia por meio de uma subsidiária em Abu Dhabi, driblando assim as sanções europeias à Rússia, mas o anúncio foi criticado e a empresa desistiu do plano.

Total
0
Shares
Previous Post

KC-30 da FAB voa para a Espanha onde Airbus realiza conversão para avião-tanque

Next Post

KC-390 sob medida para a Força Aérea dos EUA, a nova proposta da Embraer

Related Posts
Total
0
Share