Bandeirante da Abaeté: empresa baiana é a mais nova companhia aérea do país (Abaeté)

A Abaeté Táxi Aéreo anunciou nesta quarta-feira, 22, ter obtido autorização da ANAC para operar no transporte aéreo regular de passageiros. Em post nas redes sociais, a empresa afirmou que “é a mais nova empresa de Linha Aérea certificada pela a ANAC a realizar voos regulares dentro do Brasil. Em breve anunciaremos os principais destinos”.

Sediada em Salvador, a Abaeté foi fundada em 1995 e possui um hangar no Aeroporto Luiz Eduardo Magalhães. Entre os aviões operados por ela estão o Cessna Caravan e os brasileiros EMB-121 Xingú, EMB-110 Bandeirante e EMB-821 Carajá, além do jato executivo Hawker 400. Entre os serviços oferecidos estão fretamento, UTI aérea, hangaragem e intermediação de compra e venda de aeronaves.

No entanto, foi ao aproveitar uma lacuna surgida após a aquisição da companhia regional Nordeste pela Varig (via Rio-Sul) que a Abaeté decidiu operar no transporte regular de passageiros. Durante alguns anos, a empresa voou para vários destinos no interior da Bahia como Barreiras, Caravelas, Teixeira de Freitas e Vitória da Conquista, entre outros, com seus Bandeirante, mas abandonou o serviço tempos atrás.

Desde então, surgem rumores de que a empresa iria retornar à aviação regional, inclusive, trazendo aviões maiores como o EMB-120 Brasilia. Agora, alguns fatores podem ter ajudado na decisão como a expansão do mercado regional e os incentivos de estados ao reduzir as alíquotas de ICMS de combustíveis em troca de voos locais. Meses atrás, o governo do estado e a Abaeté circularam a intenção de realizar voos para Morro de São Paulo, um dos destinos turísticos mais famosos da Bahia.

Também pode ter contado a postura de abertura do mercado de aviação do governo Bolsonaro, que tenta atrair mais empresas para ampliar a competição e elevar o número de passageiros e aeroportos no país. A recente venda da TwoFlex para a Azul demonstra que uma boa malha regional pode chamar a atenção das grandes empresas aéreas certamente.

Voos na Bahia

Airway entrou em contato com a Abaeté e conversou com um funcionário da empresa que reafirmou não existir ainda nenhum destino definido. “Antes operávamos apenas táxi-aéreo. A empresa ainda não definiu nenhum plano de rotas, mas certamente devem ser voos para o interior da Bahia a partir de Salvador, onde fica nossa base”, disse. A aeronave a ser usada nos voos deverá ser o Caravan, com capacidade para nove passageiros.

Anúncio no Instagram revelou autorização da ANAC para atuar no transporte aéreo regular (Reprodução)

Veja também: Caravan da TwoFlex dá driblr nos jatos da ponte aérea Rio-São Paulo