Air France recebe seu primeiro Airbus A220-300

Companhia aérea, que possui uma encomenda de 60 aeronaves, passará a voar com o novo jato a partir do final de outubro
O primeiro Airbus A220-300 da Air France

A Air France recebeu seu primeiro A220-300 em uma cerimônia realizada no Aeroporto Charles de Gaulle, em Paris nesta quarta-feira (29). A aeronave foi fabricada em Mirabel, Canadá, e faz parte de uma encomenda de 60 jatos fechada com a Airbus em dezembro de 2019.

Na empresa, o A220 terá a missão de substituir os antigos Airbus A318 e A319. Mais eficientes e silenciosos, os jatos serão configurados com 148 assentos em classe única e terão itens como Wi-Fi e duas tomadas USB em cada poltrona.

Segundo a fabricante, o A220 consome 25% combustível, emite 50% menos poluentes além de 50% mais silencioso que aeronaves de gerações anteriores.

“Esta nova aeronave com eficiência incomparável representa um grande trunfo para a Air France. Até o momento, a renovação da frota é a principal fonte de redução das emissões de CO2, e é por isso que continuamos investindo em aeronaves de última geração ”, disse Benjamin Smith, CEO da Air France-KLM.

“A chegada de um novo avião é sempre uma ocasião especial para uma companhia aérea. Todas as equipes da Air France passaram mais de dois anos se preparando para este momento e estamos entusiasmados em ver nossos clientes descobrirem o conforto ideal oferecido por esta aeronave ”, acrescentou Anne Rigail, CEO da Air France.

Como costuma fazer, a companhia aérea batizou o A220-300, homenageado com o nome de “Le Bourget”, famoso aeroporto parisiense onde ocorre um dos maiores salões aeroespaciais do mundo.

A Air France estreará o A220-300 a partir de 31 de outubro em voos para Berlim (Alemanha), Barcelona, Madri (Espanha), Milão-Linate e Veneza (Itália), sempre a partir do hub de Charles de Gaulle.

Durante a temporada de inverno 2021-2022, a aeronave passará a operar em rotas para Bolonha, Roma (Itália), Lisboa (Portugal) e Copenhague (Dinamarca).

O A220 número um recebeu o nome de Le Bourget (Air France)

A expectativa é que cinco outros A220 sejam entregues ainda neste ano, com a conclusão do recebimento ocorrendo por volta de 2025.

O A220 é o principal concorrente do Embraer E2, mas a versão A220-300 oferece mais espaço e alcance, sendo a preferida dos clientes da Airbus, que já receberam 170 aeronaves até o momento.

Total
12
Shares
5 2 votes
Article Rating
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Dario Lemos
Dario Lemos
22 dias atrás

O CSeries pode se tornar o novo “best seller” da indústria aeronáutica pois tem todas as características que as empresas buscam neste período pós pandemia. Talvez tenha sido a grande “sacada” da Airbus em adquirir essa divisão da Bombardier e mais uma “burrada” da antiga administração da Boeing em não ter tido essa visão de mercado pois brigava, desnecessariamente, com a fabricante canadense.

Previous Post

China mostra o caça J-20A com motores chineses em show aéreo

Next Post

Azul Conecta vai reforçar frota com até 10 Cessna Grand Caravan

Related Posts