China mostra o caça J-20A com motores chineses em show aéreo

Aeronave stealth da Chengdu é equipada com os motores WS-10C em substituição aos Saturn AL-31F usados na variante original
Um caça J-20A que participado show aéreo de Zhuhai (Reprodução/Twitter)

A Força Aérea do Exército de Libertação do Povo (PLAAF em inglês) apresentou pela primeira vez ao público dois caças Chengdu J-20A nesta terça-feira (28), abertura do Zhuhai Airshow, na China.

A nova variante tem como diferença principal o uso de motores de fabricação doméstica, o WS-10C, no lugar dos Saturn AL-31F, originados da Rússia.

Primeiro caça stealth de 5ª geração chinês, o J-20 está em serviço desde 2018 e, segundo a imprensa do país, já conta com um esquadrão operacional do modelo J-20A desde julho.

A aeronave de grande porte é um equivalente ao F-22 Raptor, da USAF, mas ainda não atingiu o todas as metas do projeto. A Chengdu tem aprimorado o caça para oferecer um desempenho mais próximo do desejado pela PLAAF, mas o processo deve levar tempo.

O J-20 entrou em serviço em 2018 com motores de origem russa (Xinhua)

O motor WS-10C é considerado uma solução intermediária para o caça já que não dispõe de potência suficiente para que o J-20 possa realizar voos em supercruzeiro, acima da velocidade do som sem uso de pós-combustores. Essa capacidade, acredita-se, só será atingida com outro motor, o WS-15, em desenvolvimento pela Xian e que devem equipar a versão J-20B.

A despeito de considerar o J-20 pouco capaz, a Força Aérea dos EUA tem intensificado os treinamentos de seus pilotos para possíveis combates com caças stealth inimigos. Por conta disso até mesmo os F-117 foram retirados da aposentadoria para servirem como aviões agressores, simulando combates aéreos e ataques.

Total
108
Shares
0 0 votes
Article Rating
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marcelo Lisboa Rocha
Marcelo Lisboa Rocha
18 dias atrás

Prezados, alguém sabe se esse caça tem empuxo vetorial? Agradeço por compartilharem o conhecimento e bom dia a todos

Previous Post

LATAM Brasil realiza primeiro voo de certificação do Boeing 787-9

Next Post

Air France recebe seu primeiro Airbus A220-300

Related Posts