Air Kiribati recebe primeiro jato E190-E2 da Embraer

Avião fabricado no Brasil é o primeiro jato na frota da pequena empresa aérea de Kiribati
A Air Kiribati assinou no ano passado um pedido firme por dois E190-E2 e opções para mais dois jatos (Embraer)

A companhia Air Kiribati recebeu no último dia 26 de dezembro a primeira de duas aeronaves Embraer E190-E2 que foram encomendadas no final do ano passado. O contrato ainda inclui direitos de compra para mais dois aviões do mesmo modelo e pode alcançar um valor de até US$ 243 milhões se todas as opções forem exercidas. O segundo aparelho será entregue em abril.

O E190-E2 é o primeiro jato na frota da Air Kiribati, empresa aérea fundada em 1995 e controlada pela República de Kiribati, país composto por 33 ilhas entre as regiões da Micronésia e Polinésia, na Oceania. A companhia opera atualmente sete aviões turbo-hélice: três Harbin Y-12E, dois DHC-6 Twin Otter e um Dash 8.

“A aviação é crítica para qualquer nação insular e o Kiribati não é exceção. Nosso governo decidiu, de forma consciente, tomar a oportunidade nas próprias mãos para desbloquear a prosperidade econômica para nosso povo e nossa nação por meio da compra dessas duas aeronaves”, disse Willie Tokataake, Ministro da Informação, Comunicação, Transportes e Desenvolvimento do Turismo do Governo de Kiribati.

Com a aquisição do jato brasileiro, que tem maior alcance e capacidade para embarcar mais passageiros, a empresa será capaz de atender novos destinos internacionais, como a Austrália e Nova Zelândia. Atualmente, o único trecho internacional da companhia são voos para Tuvalu.

“Este é o primeiro E190-E2 entregue na região do Pacífico”, disse César Pereira, diretor para Ásia-Pacífico da Embraer Aviação Comercial. “Estamos honrados com o fato de a Air Kiribat ter escolhido o E190-E2 como o avião mais adequado para o ambiente de voo desafiador da companhia aérea. O E190-E2 possui tecnologia de ponta e é o jato de corredor único mais eficiente do mundo, em termos de consumo de combustível, e mais ambientalmente amigável. Essas qualidades são extremamente importantes para o Kiribati.”

A Air Kiribati é quarta companhia aérea que recebe o E190-E2. O jato de nova geração da Embraer está em serviço com a Widerøe, Air Astana e Helvetic Airways. Já o maior modelo da família E2, o E195, até o momento foi entregue à Azul e a Binter Canarias.

Veja mais: 23 companhias aéreas pararam de voar em 2019

Total
35
Shares
0 0 votes
Article Rating
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
João Barbosa
2 anos atrás

A avaliação da aviação comercial abriu espaço importante para Embraer que não deve ir para a Boeing que infelizmente mostrou incompetência vergonhosa no projeto 737MAX uma aeronave com erros cruciais de projeto um dos engenheiros principais deu declarações super graves para entrega a qualquer custo desta aeronave pecando muito em não ser aprimorada para seu funcionamento creio que começa no MCCA de software e hardware desta aeronave!!!!!!!!!!!!!!!!

Previous Post

Sky Airline termina 2019 com quatro destinos operados no Brasil

Next Post

Hyundai assume controle da companhia Asiana Airlines

Related Posts
Total
35
Share