O pedido da Helvetic Airways por 12 aeronaves é avaliado em US$ 730 milhões (Embraer)

O pedido da Helvetic Airways por 12 aeronaves é avaliado em US$ 730 milhões (Embraer)

A companhia aérea Helvetic Airways, da Suíça, recebeu nesta terça-feira (29) seu primeiro jato comercial E190-E2 da Embraer. A empresa é o terceiro cliente do novo avião brasileiro, que já está em serviço norueguesa Widerøe e a Air Astana, do Cazaquistão.

A Helvetic encomendou um total de 12 jatos E190-E2 e o pedido deve ser concluído até 2021. A empresa suíça também tem direitos para adquirir mais 12 aeronaves adicionais, opção que pode ser convertida para maior modelo da série E2, o E195-E2. Se a companhia exercer todos os seus direitos de compra, o valor do pedido pode saltar de US$ 730 milhões para até US$ 1,5 bilhão.

Os primeiros serviços da Helvetic com o E190-E2 começam em novembro. A companhia já tem programado voos com a aeronave a partir de Zurique para destinos na Alemanha, Hungria, Polônia e Inglaterra.

A transportadora suíça está em meio a um processo de modernização de frota. Em julho, a companhia vendeu seus últimos cinco Fokker 100 e preparação para receber os primeiros E2. A Helvetic Airways possui outros 11 jatos E190 da primeira geração, que também serão substituídos gradualmente pelo modelo da nova geração.

O E190-E2 recebido pela Helvetic foi o oitavo jato da série E2 entregue pela Embraer. A Widerøe e a Air Astana tem cada uma três unidades do novo jato, enquanto a Azul recebeu recentemente seu primeiro E195-E2.

Veja mais: Embraer E195-E2 realiza primeiro pouso no aeroporto de Congonhas