Airbus entrega primeiro A300 com cockpit atualizado para a UPS

Veterana aeronave de carga recebeu novos aviônicos fornecidos pela Honeywell, parte de um programa que revitalizará 52 jatos até 2022
Novo painel do A300-600F da UPS (Airbus)

O veterano A300, primeiro jato comercial da Airbus, ganhou ares de aeronave moderna nesta semana após a entrega da primeira unidade revitalizada da UPS. A companhia aérea de carga dos EUA fechou um acordo com a fabricante europeia para atualizar o cockpit de 52 A300-600F, que receberão até 2022 uma nova suíte de aviônicos da Honeywell, baseada no sistema Primus Epic.

A parte mais visível do projeto está no cockpit, que passa a contar com quatro telas de LCD com 10 por 8 polegadas além de uma unidade multifunção MCDU que, em conjunto, substituem vários instrumentos analógicos.

A modificação também inclui um novo sistema de gerenciamento de voo (FMS), suporte para um banco de dados de navegação global, um novo receptor multimodo (MMR) que incorpora os mais recentes sistemas de navegação por satélite baseados em GPS, um datalink digital para comunicações com o controle de tráfego aéreo (ATC), um computador de manutenção central e um sistema de radar meteorológico digital com detecção de turbulência, entre outros recursos.

A UPs possui 52 jatos A300 com média de idade de 18 anos (Airbus)

A revitalização dos aviônicos do A300 ampliará a segurança do jato, que passa a contar com os sistemas EGPWS (de alerta de proximidade do solo), TCAS (capaz de evitar colisões aéreas) e um recurso de aproximação por GPS para aeroportos não dotados de sistema ILS de pouso por instrumentos.

Com média de idade de 18 anos, os 52 A300-600F deverão permanecer em serviço na UPS até 2035. Eles são os únicos jatos da Airbus na numerosa frota da companhia cargueira, que tem como principais aeronaves o 767 e o 757, além dos widebodies 747 e MD-11.

“Esses aviões que compramos novos da Airbus ainda são nossos bebês. Eles ainda são jovens em termos de ciclos de voo e, portanto, têm muita vida útil pela frente. O design do A300 tem a capacidade perfeita para o mercado expresso doméstico dos EUA. Em termos de estratégia geral, a atualização da cabine do Airbus com os aviônicos da Honeywell realmente nos permite continuar usando um ativo e liberando a capacidade operacional mais eficiente,” disse Ed Walton, diretor de engenharia da UPS.

Como era e como ficou o painel do A300 com os novos aviônicos (Airbus)

Veja também: Airbus quer usar o BelugaXL em voos transatlânticos

Total
35
Shares
1 comment
  1. Penso que esse deveria ser o caminhi, atualizações, ao invés de descartar aviões e sempre buscar novos. A Natureza agradece.

Comments are closed.

Previous Post

Boeing volta a superar Airbus em entregas de aviões comerciais

Next Post

Universo Embraer: conheça as variadas divisões da empresa aeroespacial

Related Posts