Airbus revela o primeiro A321XLR sendo montado

Fabricante mostrou a parte frontal da aeronave tomando forma após envio dos componentes da estrutura pela Stelia Aerospace em junho. Jato de corredor único terá autonomia imbatível de 8.700 km e entrará em serivço em 2023
A porção dianteira do novo A321XLR (Airbus)

A Airbus divulgou nesta sexta-feira, 9, a primeira imagem do jato A321XLR sendo montado em suas instalações. Até então, a empresa e suas fornecedoras haviam compartilhado apenas partes da estrutura separadas, mas desta vez foi possível vislumbrar a aeronave tomando forma.

A seção frontal, revelada na foto, foi enviada pela Stelia Aerospace na semana passada, fornecedora de vários outros elementos da família A320neo como o radome, os suportes e a carenagem frontal dos motores, além das portas da aeronave (veja gráfico abaixo).

Todas essas partes são produzidas na França, no divisão de trabalho dos quatro países envolvidos na produção principal da Airbus. A Alemanha, por exemplo, é responsável pela seção central e traseira, estabilizador vertical, flapes e janelas de emergência. O Reino Unido fornece as estruturas principais das asas e winglets enquanto a Espanha cuida do cone de cauda e estabilizadores horizontais.

A divisão de trabalho no A321XLR (Airbus)

Embora iniciada na França, a parte frontal do A321XLR, será completada em Hamburgo, na Alemanha, onde será feita a montagem final do jato. Antes disso ocorrer, o primeiro protótipo receberá itens como equipamentos de sistemas e instalação de instrumentos de teste de vôo, explica a Airbus.

“Este é um marco importante para o A321XLR. Estamos no caminho certo para apoiar a entrada em serviço da aeronave até 2023”, disse Martin Schnoor, Chefe do Programa de Desenvolvimento de Aeronaves A321XLR.

A previsão é que a seção frontal seja enviada a Hamburgo no 4º trimestre. A Airbus pretende realizar o voo inaugural em 2022 a fim de obter sua certificação até 2023. A versão, capaz de voar sem escalas por 8.700 km (4.700 milhas naúticas), recebeu cerca de 500 pedidos desde seu lançamento em 2019.

O A321XLR tem recebido muitos pedidos desde seu lançamento (Airbus)

Total
65
Shares
Previous Post

Paquistão teria contratado empresas para converter os jatos Lineage 1000E para patrulhamento marítimo

Next Post

Airbus termina 1º semestre de 2021 com saldo de 38 pedidos de aviões comerciais

Related Posts