Avião hipersônico chinês é projetado para voar em 2028

Laboratório na China concluiu a primeira fase de testes com um demonstrador de tecnologia hipersônica
Protótipo de avião hipersônico chinês pode decolar em 2028; produção é esperada para 2035 (Science China Press)

Um laboratório da Universidade de Xiamen, na província de Fujian, na China, concluiu recentemente a primeira etapa de testes com um demonstrador de tecnologia para um avião comercial hipersônico, reportou o jornal de Hong Kong South China Morning Post nesta semana.

O aparelho testado na China foi o Nanqiang No 1, um demonstrador não tripulado de 500 kg que pousa e decola como um avião convencional.

Segundo os idealizadores do projeto, o modelo de ensaios pode alcançar a velocidade de Mach 5 (6.174 km/h, cinco vezes a velocidade do som) “ou mais”, por meio de um sistema de propulsão triplo, que envolve motores turbofan, foguete e ramjet. A publicação, porém, não divulgou imagem alguma da aeronave ou maiores detalhes sobre os testes realizados até o momento.

Os cientistas envolvidos no programa relataram ao jornal que esperam terminar a fase de testes e iniciar a construção de um protótipo com capacidade plena de voo até 2025. O objetivo é desenvolver uma aeronave civil para 10 passageiros com autonomia de 6.000 km e velocidade máxima de Mach 6 (7.408 km/h ou seis vezes a velocidade do som).

Entre desafios para o projeto, os pesquisadores citaram a necessidade da criação de uma maneira de desacelerar e pousar a aeronave durante uma emergência, bem como sua viabilidade comercial. Espera-se que o avião hipersônico chinês entre em produção em meados de 2035.

“O avanço desta tecnologia reduzirá bastante o tempo de voo ao redor do mundo. Isso pode mudar a civilização humana”, escreveu o cientista líder do projeto, Yin Zeyong, em artigo publicado na Acta Aeronautica et Astronautica Sinica, um jornal revisado pela Sociedade de Aeronáutica da China.

A China é um dos diversos países que está investindo no desenvolvimento de veículos aéreos hipersônicos (definição para aeronaves que podem voar a mais de cinco vezes a velocidade do som). Até o Brasil tem um projeto dessa natureza, o demonstrador 14-X. O Nanqiang No 1, no entanto, é a primeira experiência dos chineses na aplicação da tecnologia hipersônica no setor civil, uma vez que esses sistemas já são testados pela ala militar do país em programas de mísseis.

Total
3
Shares
Previous Post
Boeing 747-400 'Cosmic Girl' - Virgin Orbit

Boeing 747 lançador de foguetes vai operar no Brasil

Next Post

Capaz de voar quase 15.000 km, Gulfstream G800 decola pela primeira vez

Related Posts
Total
3
Share