O primeiro E195-E2 da Azul; companhia encomendou 51 unidades do jato (Thiago Vinholes)

Pousou nesse domingo (29), no aeroporto internacional de Belo Horizonte (Confins), mais uma nova aeronave da companhia aérea Azul, o jato Airbus A320neo com matrícula PR-YSE.

Ao longo de 2019, a empresa recebeu 33 novos aviões e foi a companhia brasileira que mais investiu na renovação e ampliação de sua frota. Somente neste mês, a Azul incrementou sua frota com seis novos jatos, sendo cinco A320neo e um Embraer E195-E2.

“Com o PR-YSE, chegamos a marca de 39 aeronaves da família A320. Essa grande quantidade de novos aviões chegando em uma média de quase três por mês faz parte do nosso plano de renovação de frota para tornar a nossa operação cada vez mais eficiente e sustentável. Esses equipamentos de última geração também oferecem um nível de conforto maior para nossos clientes, ou seja, é um pacote completo de vantagens”, afirma Abhi Shah, vice-presidente de Receitas da Azul.

A expectativa da companhia é que já no começo de janeiro essa nova aeronave e mais os outros dois Airbus que chegaram no último dia 22 de dezembro já estejam operando pelos céus do Brasil.

O próximo ano também vai ser agitado para a Azul. A companhia planeja incorporar mais 31 aeronaves em 2020, sendo 14 jatos da família A320neo, outros 14 E195-E2 e três widebodies A330-900neo. A frota terminará o ano que vem com 151 aviões contra 143 do final de 2019 devido à retirada de serviço de 23 E195 de primeira geração.

Em 2023, o A320 representará quase metade da frota da Azul, uma participação que já foi do E195 de primeira geração

A razão para essa transição veloz é a redução nos custos operacionais. Aparelhos como o A320neo e E195-E2 possuem um consumo de combustível significativamente menor, além de levarem mais passageiros e cargas em distâncias mais longas. O novo jato da Embraer, por exemplo, possui 136 assentos contra 118 do E195-E1 e um custo por assento 26% inferior. O A320neo é ainda melhor nesse quesito, com redução de 29% no custo e a companhia ainda estreará o A321neo, sem maior avião narrowbody, em 2020.

(Azul)

A Azul recebeu seu primeiro jato A320neo em outubro de 2016 (Azul)

A Azul tem atualmente a frota mais diversificada entre as companhias do Brasil. Ao todo, a empresa possui 10 modelos diferentes de aeronaves: Airbus A320 e A320neo, A321neo, A330-200 e A330-900neo, ATR 72-600, Embraer E190, E195 e E195-E2 e o Boeing 737-400F (modelo cargueiro).

Veja mais: Hyundai assume controle da companhia Asiana Airlines