Azul libera uso de piercings e exposição de tatuagens em suas equipes de voo e terra

Companhia aérea também ampliou possibilidades de cortes e estilo de cabelo em seus tripulantes e funcionários de aeroportos, colocando fim a regras arcaicas que ainda são mantidas na aviação comercial
Tripulantes da Azul: visual mais personalizado (Azul)

Num raro momento de lucidez entre as companhias aéreas, a Azul anunciou o fim das restrições ao uso de piercings na orelha e sobrancelha além da exibição de tatuagens por funcionários de voo e terra. A empresa também permitiu que suas equipes possam utilizar mais opções de cortes e estilos de cabelo, coloncado fim a uma das mais arcaicas regras que ainda existem no transporte aéreo.

Muitas vezes associados à normas de segurança, muitos funcionários são obrigados a esconder suas preferências estéticas que informalmente denotariam algum tipo de irresponsabilidade ou um estilo de vida não apropriado com o trabalho na aviação. Por essa razão, a mudança na Azul deve ser celebrada e cobrada de outras empresas aéreas já que não há qualquer justificativa plausível para esconder tatuagens, por exemplo.

Segundo a Azul, as mudanças tiveram a participação dos funcionários e incluem mais opções de maquiagem, esmaltos e cores no cabelo e penteados. A companhia também relaxou algumas regras como o uso obrigatório de blazer pelos comissários durante o embarque e desembarque.

Uso de tênis no aeroporto e tatuagem à mostra (Azul)

“Entendemos que algumas mudanças, sugeridas pelos próprios aeronautas, poderiam ser incorporadas para tornar o dia a dia do time mais confortável, respeitando o estilo e a personalidade de cada um”, explicou Daniel Tkacz, vice-presidente de Operações da Azul.

Para os funcionários que atuam nos aeroportos, uma das principais novidades é a possibilidade de uso de tênis no lugar de sapatos, mais confortáveis em jornadas em que eles acabam permanecendo em pé por longos períodos.

“Para o time de aeroportos, as mudanças foram pensadas para trazer mais conforto, priorizando sempre a segurança”, disse Jason Ward, vice-presidente de Pessoas e Clientes da Azul.

A empresa explicou ainda que um comitê foi estabelecido para estudar novas possibilidades de estilo para os funcionários e que tornem sua jornada mais confortável sem comprometer a segurança operacional.

Total
31
Shares
Previous Post
Xian H-20

Primeiro bombardeiro “invisível” chinês, H-20 pode realizar primeiro voo muito em breve

Next Post

Boeing levará o 777X e o 737 MAX 10 para Farnborough

Related Posts
Total
31
Share