Boeing levará o 777X e o 737 MAX 10 para Farnborough

Maiores versões de suas famílias, novos jatos comerciais estão com seus cronogramas comprometidos por atrasos na certificação
Boeing 777-9

A Boeing levará pela primeira vez ao Farnborough Airshow, no Reino Unido, seus dois novos jatos comerciais, o 737 MAX 10 e o 777-9, anunciou a empresa.

As duas aeronaves são as maiores versões de suas famílias, mas também representam uma das grandes dores de cabeça para a fabricante dos EUA, por conta dos atrasos em seus programas de certificação.

O 777-9, parte da família 777X, deveria ter entrado em serviço em 2021, mas agora a Boeing prevê que isso ocorra apenas em 2025. Capaz de levar 426 passageiros em duas classes, o novo widebody é o maior do gênero equpado com dois motores e é aguardado com ansiedade por seus clientes, entre elas a Lufthansa e a Emirates.

Já o 737 MAX 10 deve ficar pronto para operação comercial em 2023, embora a companhia esteja até mesmo ameaçando cancelá-lo caso o Congresso dos EUA não dispense o modelo de atender uma nova lei de certificação que entrará em vigor no final deste ano.

Boeing 737 MAX 10

Além dos dois jatos comerciais, a Boeing também confirmou a presença de aeronaves militares já bastante conhecidas como o P-8A Poseidon, E-7 Wedgetail e KC-46A Pegasus, os dois primeiros derivados do 737 e o segundo, baseado no widebody 767.

Estarão também presentes os helicópteros CH-47 Chinook, recentemente selecionado pela Alemanha, e o AH-64 Apache.

Uma ausência sentida será o treinador supersônico T-7A Red Hawk, que será o substituto do T-38 Talon na Força Aérea dos EUA. O Farnborough Airshow ocorrerá entre os dias 18 e 22 de julho.

Total
15
Shares
Previous Post

Azul libera uso de piercings e exposição de tatuagens em suas equipes de voo e terra

Next Post

ANA vira cliente do 777-8F e finaliza compra de 30 737 MAX 8

Related Posts
Total
15
Share