Bell V-280 Valor conclui programa de voos de testes

Aeronave tilt-rotor da Bell participa da concorrência Future Long-Range Assault Aircraft (FLRAA) do Exército dos EUA para substituir o helicóptero Black Hawk
O Bell V-280 Valor em voo (Bell)

A Bell anunciou nesta quinta-feira, 24, que aeronave tilt-rotor V-280 Valor concluiu seu programa de voos de testes após três anos e 214 horas de voo.

A fabricante agora aguarda o início da fase II do programa Future Long-Range Assault Aircraft (FLRAA) do Exército dos EUA, quando será emitido o requerimento de propostas, esperado para ocorrer até setembro.

Enquanto isso, a Bell afirmou que realizará os projetos preliminares iniciais para os principais subsistemas e o sistema conceitual de armas da aeronave.

O programa FLRAA foi lançado pelo Exército para substituir o helicóptero Sikorsky UH-60 Black Hawk por uma aeronave mais veloz, moderna e capaz. Por essa razão, as duas concorrentes, a Bell e a Sikorsky, lançaram mão de conceitos diferentes.

A entrada em serviço do V-280 ainda depende da aprovação dos EUA (Bell Helicopter)
No V-280, apenas o conjunto de hélices e engrenagens são pivotantes (Bell Helicopter)

Enquanto a Sikorsky e sua parceira Boeing desenvolvem o helicóptero Defiant X, baseado na tecnologia de rotores rígidos e propulsão ‘pusher’ X2, a Bell aposta em sua experiência comrotores basculantes acumulada com o modelo V-22 Osprey, em serviço nas Forças Armadas dos EUA há vários anos.

Evolução

O V-280 Valor, no entanto, é uma evolução do conceito, cuja maior diferença visual estão no nas hélices pivotantes enquanto o motor permanece na mesma posição. O Osprey, por exemplo, todo o conjunto gira do eixo vertical para o horizontal.

“Avaliamos várias tecnologias de elevação vertical e determinamos que o tilt-rotor é a única solução para os requisitos de agilidade, alcance e velocidade de uma aeronave de assalto de longo alcance que pode atender o custo, cronograma e perfil de risco necessários para um programa de aquisição bem-sucedido”, explicou Keith Flail, vice-presidente executivo, da divisão Advanced Vertical Lift Systems, da Bell.

O Defiant X, concorrente da Sikorsky, utiliza a tecnologia X2 (Divulgação)

Segundo a empresa, o V-280 comprovou ter uma agilidade em baixa velocidade, um alcance longo e ser capaz de atingir velocidades de 305 nós (mais de 560 km/h).

Além da competição FLRAA, a Bell e a Sikorsky também são as participantes finais de outra concorrência do Exército dos EUA, o programa FARA (Future Attack Reconnaissance Aircraft). Nessa disputa, a empresa controlada pela Textron oferece o helicóptero 360 Invictus contra o Raider X.

Total
45
Shares
Previous Post

Quase 36 anos depois, Congonhas voltará a ser aeroporto internacional

Next Post

Empresa dos EUA contrata 60 mil horas anuais de voo no eVTOL da Embraer

Related Posts
Total
45
Share