Boeing 737 cai na Indonésia com 62 ocupantes a bordo

Aeronave Boeing 737-500 da companhia Sriwijaya Air caiu no Mar de Java poucos minutos após decolar de Jacarta
Boeing 737-500 Sriwijaya Air (PK-REN via Wikimedia Commons)
Boeing 737-500 Sriwijaya Air (PK-REN via Wikimedia Commons)

Um Boeing 737-500 da companhia aérea Sriwijaya Air com 62 ocupantes a bordo caiu no Mar de Java neste sábado (9) momentos após decolar do Aeroporto Internacional Soekarno-Hatta, em Jacarta, na Indonésia. O acidente aconteceu às 14h40 no horário local (4h40 no horário de Brasília).

Equipes de resgate já encontraram destroços da aeronave na região da queda, mas ainda não há informações sobre sobreviventes.

Segundo dados de rastreamento do FlightRadar24, o avião sofreu uma descida brusca de mais de 3.000 metros (10.000 pés) em menos de um minuto e sumiu da telas dos radares. A queda ocorreu quatro minutos depois da decolagem. O voo SJ182 da Sriwijaya seguia para Pontianak, na Ilha do Bornéu, uma viagem de aproximadamente 30 minutos de duração.

O jornal indonésio Republika informa que o jato transportava 56 passageiros e seis tripulantes. Ainda não há dados que possam determinar as causas do acidente.

Dados do voo SJ182 da Sriwijaya Air
O Boeing 737 da Sriwijaya Air caiu no Mar de Java cerca de quatro minutos após a decolagem (Flightradar24)

Em comunicado, a Sriwijaya Air diz que ainda está coletando informações mais detalhadas sobre o voo antes de fazer uma declaração mais completa.

Dados do voo SJ182 da Sriwijaya Air
O avião sofreu uma descida brusca quando estava próximo de 11.ooo pés/3.352 metros (Flightradar24)

Boeing 737 com 25 anos de carreira

A aeronave acidentada na Indonésia voava com a matrícula PK-CLC. Trata-se de um 737-500, um modelo da geração conhecida como “Classic”, a segunda na cronologia do bimotor da Boeing – o 737 MAX é a quarta geração da aeronave, sucessor do 737 Next Generation.

O primeiro operador da aeronave foi a extinta Continental Airlines, que recebeu o jato em maio de 1994. Em 2010, o jato passou a voar com as cores da United Airlines e depois, em 2012, foi repassado para empresa aérea da Indonésia.

 

 

 

 

 

 

 

Total
4
Shares
1 comment

Comments are closed.

Previous Post
Primeiro Airbus A220 produzido nos EUA

Entregas de aviões comerciais da Airbus caíram 34% em 2020

Next Post
ATR 42-500

“Embraer da Turquia” também cogita fabricar turboélice comercial

Related Posts