Boeing afirma ter criado o metal mais leve do mundo

Material composto por 99,99% de ar poderá ser usado na fabricação de aeronaves mais leves
O novo metal criado pela Boeing pode ajudar na construção de aviões mais leve (Boeing)
O novo metal criado pela Boeing pode ajudar na construção de aviões mais leve (Boeing)
O novo metal criado pela Boeing pode ajudar na construção de aviões mais leve (Boeing)
O novo metal criado pela Boeing pode ajudar na construção de aviões mais leves (Boeing)

Um metal composto de ar pode soar como algo impossível, mas a Boeing quer provar esse conceito e aplicá-lo na indústria aeronáutica. A maior fabricante de aviões do mundo afirma ter criado o “metal mais leve do mundo”, composto por “99,99% de ar”. A tecnologia foi elaborada em parceria com a Universidade da Califórnia, o HRL Laboratories e o Instituto de Tecnologia da Califórnia, nos Estados Unidos.

Como explica a Boeing, o material é composto de inúmeros microtubos metálicos mais finos que um fio de cabelo entranhados entre si para formar uma malha fina, leve e ultrarresistente – por isso a fabricante diz que seu novo metal é composto na maior parte por ar.

No vídeo divulgado pela fabricante, a pesquisadora Sophia Yang, no HRL Laboratories, explica o conceito utilizando o cenário de um ovo caindo de um prédio de 25 andares para destacar as potencialidades do novo metal. De acordo com Sophia, enquanto normalmente seria necessário envolver o ovo em inúmeros metros quadrados de plástico bolha para ele não quebrar após a queda, bastariam apenas algumas camadas do novo metal para protegê-lo.

A Boeing afirma que o metal, devido a forma de sua composição, é capaz de absorver grandes forças de impacta sem transferi-las para seu interior. Segundo declarações da doutora Yang, usar esse material mais leve na fabricação de aviões pode colaborar consideravelmente para a economia de combustível.

Entenda melhor a tecnologia no vídeo abaixo:

Boeing cria o metal mais leve do mundo

Veja mais: Airbus A380 começa a voar para o Brasil em novembro

Total
0
Shares
0 0 votes
Article Rating
40 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marcellus
Marcellus
6 anos atrás

Ta ai um material para ser levado a Marte

Luiz Caetano
Luiz Caetano
6 anos atrás

Uma chefe de estado de grande reputação estava certa, a Boeing conseguiu estocar o ar. ….

mario picagrande
6 anos atrás

mas não é um novo metal;ou um novo elemento químico..é uma forma de construção..microtubos de aço comum..

O Abade
O Abade
6 anos atrás

Então a Boeing descobriu o grafeno que já era descoberto há anos e vai batizá-lo com outro nome para não pagar royalties…

Muy bien!!

Shura
Shura
6 anos atrás

Pensei que fosse o bombril. Mas muito legal o post. Parabéns!

Ivan
Ivan
6 anos atrás

Olha aí…visto que o material é composto por 99,99% de ar, taí a tecnologia pra estocar vento.
Deixa a nossa presid-anta descobrir isso, ela vai dar o troco!

GanJAHeaD
GanJAHeaD
6 anos atrás

Aí! Será que dá para estocar esse ar? Rarará. O conceito é genial! Parabéns aos cientistas.

Rubens lobo
6 anos atrás

O PT já sabe sobre esse metal?

Paulo
Paulo
6 anos atrás

Muito interessante, mas ainda há muitos aspectos a serem estudados. Por exemplo, um avião super leve, pode economizar combustível e ter facilidade para voar, mas é preciso saber sobre sua resistência também. Como um material tão leve suportará turbinas e motores? Talvez estas mesmas possam ser menores, já que carregarão menos peso. Mas e o peso dos passageiros e suas bagagens? E sua resistência ao ar? De repente um avião extremamente leve não suporte ventos muito fortes. Talvez, o próprio motor não tenha potência para manter a estabilidade da fuselagem e das asas. Eles terão que construir um monomotor primeiro antes de arriscar um boeing.

buda
buda
6 anos atrás

devem ter comprado o ar da Dilma !!!!

Carlos Marinho
Carlos Marinho
6 anos atrás

A matéria menciona “…o material é composto de inúmeros microtubos metálicos mais finos que um fio de cabelo…” o que não especifica se a Boeing criou um novo composto ou uma nova liga metálica. Parece ter criado, sim, uma nova geometria de colmeia ( honeycomb ). Esses microtubos são feitos com metal ( ou liga ) já existente ? Caso seja uma nova liga, de quais metais ?
Faltou informar…..

CLEMENTO VIEIRA
CLEMENTO VIEIRA
6 anos atrás

Não se trata de metal feito de ar. A inovação está na criação de uma estrutura mecânica com fios metálicos (estes não têm ar). Matematicamente estas estruturas podem suportar forças de tração similares a um metal compacto.

Márcio Martins
Márcio Martins
6 anos atrás

Não é certo dizer que criou um novo metal. O certo seria dizer que criou um novo material, um novo compósito. Metal apenas na natureza, novos materiais compósitos, sim, podem ser criados…fica a dica.

Alexandre
Alexandre
6 anos atrás

Ninguém criou “metal” nenhum. Isso ai é um material feito de uma liga metálica de metais que já existem, obviamente.

Anderson Fistarol
Anderson Fistarol
6 anos atrás

Imaginem que a Dilma foi nossa ministra nas Minas e Energia. A mulher forte da pasta. Só no Brasil mesmo. Outra coisa, ela não falou em estocar o AR, como muitos dizem. Estoque de ar existe a centenas de anos. Mas para isso é necessário uma força motriz. Esta burra falou em estocar VENTO. É um sentido totalmente diferente. Além do mais, para os defensores dessa jumenta, o termo ficou extremamente ridículo para qualquer um, inclusive com jornalistas estrangeiros fazendo piadas. Isso porque o texto foi decorado antes e houve uma tradutora pra amenizar a fala da arrogante. Tenho pena desta tradutora… Essa sofre…

nelson
nelson
6 anos atrás

Bela matéria, parabéns!
Pena que hoje em dia não conseguimos ler mais uma matéria na internet, independente de assunto, sem que apareçam comentários de fanáticos envolvendo PT e Dilma. Lástima isso.

Luciano
Luciano
6 anos atrás

Aonde ta escrito que criou um novo metal????
Vamos aprender a ler e intender o conteúdo da notícia.

Sérgio
6 anos atrás

Embora tenha gerado muita confusão e piadas, o chamado
“Estoque de Ar” mencionado pela Presidente Dilma, já tem sua tecnologia em desenvolvimento na Inglaterra. Trata-se de captar os ventos/ar, diminuir a sua temperatura (se não me engano a 196 abaixo de zero) e transforma-lo para estado Líquido e armazená-lo, para ser reconvertido ao estado normal quando for necessário.
Resumindo: Ar em estado líquido disponível para gerar energia eólica. Na Inglaterra ou EUA já existem “Usinas” em funcionamento. Quem se interessar basta pesquisar sites sobre ciência.

Alessandro
Alessandro
6 anos atrás

Para mim que acabei de sair de um bar e estoy meio bebado, isso ai é um monte de tampinha (lacre) de skolll ou brama….rsssssss

Rondinelli
Rondinelli
6 anos atrás

Puts… A mesma tecnologia do chocolate aerado!!!

Hans Mauer
Hans Mauer
6 anos atrás

Por isso que os brasileiros não vão pra frente. em vez de estudar e entender o que é “Nanotecnologia” perdem tempo com piadinhas e u um monte de merdas. Pobre do seu país, seus índios….

Jeronimo
Jeronimo
6 anos atrás

Agora quero ver quem vai falar da Dilma… isso não é “ar estocado”… 99,99% de ar… hahahaha

ioaquim
ioaquim
6 anos atrás

Ainda bem que tem o nosso amigo Paulo pra explicar isso pra eles senão iriam fazer muita burrada com esse material. É que lá os caras são meio burrões, os gênios estão todos aqui no brasil.

Fábio
Fábio
6 anos atrás

Os félas abaixo falando como se não fosse possível estocar o ar, como se não fosse possível também transformar ar em metal! Sabem de naaada, inocentes! Analfabetos científicos.

Luiz Carlos S. Correia
Luiz Carlos S. Correia
6 anos atrás

Diante de tanta tecnologia, não posso dar palpites e nem fazer perguntas idiotas. O vídeo mostrado trata-se de uma nova concepção de material, os caras são cientistas, estão muito além do nosso conhecimento.
Parabéns, Sophia yang e sua equipe.

Laercio
Laercio
6 anos atrás

Já inventaram há muito tempo uma forma de comermos ar a preço de ouro; o marshmellow. Vai dizer q vc nunca contribuiu para enriquecer os espertos que inventaram isso?!

Hiro
Hiro
6 anos atrás

Será que os PSDBostas sabem disso ?

Ronaldo
Ronaldo
6 anos atrás

Produto, muito interessante sera uzado em varias coisa. como mostra video estão uzando metado que nosso corpo uza, nos ossos. isso foi enventado com ajuda de universitários.

pena que muitos acham que tirar dilma vai resolver, algo uzam qualquer assunto pra desrespeita nossa presidenta, maioria acha que tirando ela brasil vai volta fica bem, acordem, coisa vai além, teríamos que format, todos políticos, e jeito que não desse fazer recover, porque, podre vem desde era Dão Pedro.

querem ver brasil melhor parem todos de roubarem, isso não é so na politico.

Wilson
6 anos atrás

Supondo que o ar atmosférico seja composto basicamente por oxigênio, nitrogênio e argônio (21%, 78% e 0,9% respec.), e esse material descoberto pela Boeing é formado por 99,99% de ar, estamos, sem dúvida, diante de uma grande descoberta. Deve-se aplicar este material não só na construção de aviões, mas também de automóveis, navios, casas etc. etc. barateando o custo e as passagens.

Josué
Josué
6 anos atrás

CUIDADO:
AGORA VAI VIM O IMPOSTO SOBRE O AR.

Zé Brasil
Zé Brasil
6 anos atrás

Este metal me fez lembrar do Governo Brasileiro, 99,99% roubalheira

Helios
Helios
6 anos atrás

Por que tantos desviam a atenção para detalhes linguísticos ao invés de pensar na grandeza do feito? Aliás, por que muitos não conseguem reconhecer a grandeza do feito? Eles não inventaram um metal, mas a tecnologia que desenvolveram para poder criar o material com certeza é de ponta. Criar materiais em nível microscópico exige ciência e tecnologia muito avançada, coisa que ainda poucos cientistas de poucos países conseguem fazer. Mais raro ainda é quando se chega, de fato, a criar um material com grande potencial de aplicações práticas. Se o material possui uma grande capacidade de absorção/dissipação de energia, imagino que talvez até possa revolucionar o mercado de segurança, com coletes e revestimentos à prova de bala e instrumentos cortantes, e certamente haverá outras aplicações estruturais além das descritas pela pesquisadora. Fazer o que fizeram não é para qualquer um. Trata-se de um feito potencialmente histórico.

Borges SP
Borges SP
6 anos atrás

Isso é tela de moeda. Aqui no Brasil nóis já usa isso ha muito tempo. Não precisava norte-americano inventá isso não.

Rafael
Rafael
6 anos atrás

E eles já estudaram o comportamento no vácuo? ou em mudanças bruscas na pressão atmosfera? Sugiro ao autor trocar o termo “…o metal mais leve do mundo” por “malha metálica mais leve do mundo”.

Douglas
Douglas
6 anos atrás

Será que ela criou um novo metal???
Parece que ela criou uma nova estrutura geométrica usando u metal já conhecido….

Doulglas
Doulglas
6 anos atrás

Será que ela criou um novo metal? Ou desenvolveu uma nova estrutura geométrica usando um metal já conhecido?

jonatas
jonatas
6 anos atrás

Lamentavel. Inumeros engenheiros, cientistas e pesquisadores trabalhando para desenvolver tecnologia, pra um monte de zé ninguem falar bosta daquilo que nao sabe. Só no Brasil mesmo.

Marcelo
Marcelo
6 anos atrás

Paulo,
Você pensa que sabe construir aviões melhor que os engenheiros da Boeing?
Se liga cara.

Dan
Dan
6 anos atrás

Não consegui abrir o vídeo

Nicole Boghosian
Nicole Boghosian
6 anos atrás

Ótima equipe e ótimos (ou péssimos) marketeiros também, pra enganarem todo mundo falando que os caras criaram um novo metal. Deixa eu dar uma informação: NÃO TEM COMO FAZER ISSO. Podemos criar ligas, compósitos, mexer com estruturas… Criar novos metais não, metais são elementos!

Previous Post
A Emirates Airlines possui uma frota com 65 aeronaves Airbus A380 (Emirates Airlines)

Airbus A380 começará a voar para o Brasil em novembro

Next Post
O Pantera modernizado ainda vai passar pela sessão de pintura e depois será entregue ao Exército (Helibras)

‘Pantera’ modernizado no Brasil voa pela primeira vez

Related Posts
Total
0
Share