Boliviana Amaszonas obtém renovação de certificado operacional

Companhia aérea passa por reestruturação e deve ter o nome alterado para Nella Airlines Bolivia. Empresa trocará jatos da Embraer pelo Boeing 737-800
A Amaszonas foi adquirida pelo grupo Nella

A companhia aérea boliviana Amaszonas anunciou ter obtido a renovação do seu certificado operacional, após quase falir. A empresa foi assumida pela Nella Airlines, que iniciou um processo de reestruturação financeira. Segundo a empresa, o nome da companhia será alterado para Nella Airlines Bolivia em breve.

A frota de aviões, hoje formada por jatos E190, da Embraer, e CRJ-200, além de dois turboélices Dash 8, será outro ponto de mudança.

Segundo a Amaszonas, até o começo de 2023, a companhia aérea contará com o Boeing 737-800, com 189 assentos, que substituirão do E-Jets, que hoje estão configurados com 110 lugares. A empresa pretende ainda contar dois 737 cargueiros.

“O objetivo agora é fortalecer as rotas internacionais para Brasil, Chile, Argentina, Peru e Paraguai no segmento de passageiros”, afirmou o CEO da companhia, Mauricio Souza.

Atualmente, a empresa voa internamente na Bolívia, mas atende Iquique, no Chile, e Assunção, no Paraguai. A Amaszonas, no entanto, almeja retomar os voos para Rio de Janeiro, São Paulo e Foz do Iguaçu, além de destinos no Peru e Argentina.

A Amaszonas tem uma frota de cinco E190 (Reprodução/Redes sociais)

Total
6
Shares
Previous Post

Star Wars da vida real: força aérea dos EUA recebe arma laser da Lockheed Martin

Next Post

Primeiro A330-900neo da Virgin Atlantic será entregue em setembro

Related Posts
Total
6
Share