Primeiro A330-900neo da Virgin Atlantic será entregue em setembro

Companhia aérea britânica espera receber três aeronaves da Airbus e estreá-las entre Londres e Boston, equipadas com suítes na classe executiva
O primeiro A330neo da Virgin chegará em setembro (VA)

A Virgin Atlantic revelou nesta semana o interior de seus novos A330-900neo. A companhia aérea britânica encomendou 16 aeronaves junto à Airbus em 2019 e espera receber os três primeiros widebodies em setembro, enquanto os demais serão entregues entre 2023 e 2026.

A estreia da nova aeronave de longo alcance está marcada para outubro, na rota Londres-Boston. Os passageiros da companhia poderão desfrutar de novidades na cabine como a “The Retreat Suite”, que oferece um assento-cama e uma tela sensível ao toque de 27 polegadas.

Além disso, as duas únicas suítes disponíveis no A330neo possuem um assento extra, permitindo que até quatro pessoas possam usufruir do ambiente para jantar, por exemplo.

Além das suítes, o Airbus da Virgin terá outras 30 poltronas na executiva Upper Class, 46 assentos na econômica premium, 28 assentos na econômica “Delight” e 156 na econômica.

O A330-900 também contará com o “The Loft”, um espaço social para até oito passageiros, equipado com quatro assentos e comodidades como um frigobar, além de pontos de recarga sem fios para smartphones.

“O A330neo desempenha um papel significativo na transformação de nossa frota multibilionária, demonstrando nosso compromisso com o planeta. Sabemos que a coisa mais impactante que podemos fazer como companhia aérea é voar com a frota mais limpa, ecológica e jovem possível, e o A330neo é essencial para atingir esse objetivo. É realmente um avião para o futuro”, disse Corneel Koster, chefe operacional da companhia.

Voo para São Paulo cancelado

A Virgin Atlantic chegou a anunciar um voo entre Londres e São Paulo em 2019, que deveria ter estreado em 2020. No entanto, após suspender o início do serviço em março daquele ano, a companhia desistiu da rota em meio ao início da pandemia.

Em janeiro deste ano, no entanto, a Virgin Atlantic anunciou um acordo de code-share com a LATAM, que passou a distribuir os passageiros vindos do Brasil na malha da empresa britânica a partir de Londres.

Total
1
Shares
Previous Post

Boliviana Amaszonas obtém renovação de certificado operacional

Next Post

Conheça os drones iranianos que Putin pode comprar para a Rússia

Related Posts
Total
1
Share