Caça F-35B britânico cai no Mar Mediterrâneo

Aeronave operava a bordo do porta-aviões HMS Queen Elizabeth da Marinha Real. Piloto ejetou em segurança
Dois F-35B que operam no porta-aviões britânico (MOD)

Um caça Lockheed Martin F-35B do esquadrão 617 da Royal Air Force caiu no Mar Mediterrâneo nesta quarta-feira, 17, revelou o Ministério da Defesa britânico.

O piloto conseguiu ejetar e foi resgatado sem ferimentos. A aeronave fazia parte do esquadrão embarcado no HMS Queen Elizabeth, novo porta-aviões de 65.000 toneladas da Marinha Real.

É o primeiro acidente com um jato de combate F-35 britânico – oito aeronaves estavam a bordo da embarcação, além de outros 10 caças pertecentes aos Fuzileiros Navais dos EUA.

O Queen Elizabeth tem percorrido várias partes do mundo em exercícios militares como no Mar do Sul da China e até participou de missões contra o Estado Islâmico na Síria e Iraque.

A variante F-35B possui capacidade de decolagem e pouso curto (VSTOL) e para isso é equipada com um motor extra para ascenção vertical instalado atrás do cockpit.

O porta-aviões HMS Queen Elizabeth com caças F-35B no convés (MOD)

Por conta disso, o caça tem menor alcance e desempenho que as versões F-35A (de operação terrestre) e F-35C, que é usada pela Marinha dos EUA por contar com gancho de parada e trem de pouso preparado para lançamento por catapulta.

“O piloto voltou em segurança ao navio e foi iniciada uma investigação, por isso não seria apropriado comentar mais por ora”, afirmou o Ministério da Defesa do Reino Unido em sua conta no Twitter.

Total
82
Shares
4.5 2 votes
Article Rating
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Darci Lago Garcia
Darci Lago Garcia
17 dias atrás

Grande prejuízo para uma força que possui quantidade limitada dessas aeronaves.

Previous Post

Nova aérea Akasa Air encomenda 72 Boeing 737 MAX

Next Post

Indonésia torna-se o 10º operador do Airbus A400M

Related Posts