Caça F-35B britânico cai no Mar Mediterrâneo

Aeronave operava a bordo do porta-aviões HMS Queen Elizabeth da Marinha Real. Piloto ejetou em segurança
Dois F-35B que operam no porta-aviões britânico (MOD)

Um caça Lockheed Martin F-35B do esquadrão 617 da Royal Air Force caiu no Mar Mediterrâneo nesta quarta-feira, 17, revelou o Ministério da Defesa britânico.

O piloto conseguiu ejetar e foi resgatado sem ferimentos. A aeronave fazia parte do esquadrão embarcado no HMS Queen Elizabeth, novo porta-aviões de 65.000 toneladas da Marinha Real.

É o primeiro acidente com um jato de combate F-35 britânico – oito aeronaves estavam a bordo da embarcação, além de outros 10 caças pertecentes aos Fuzileiros Navais dos EUA.

O Queen Elizabeth tem percorrido várias partes do mundo em exercícios militares como no Mar do Sul da China e até participou de missões contra o Estado Islâmico na Síria e Iraque.

A variante F-35B possui capacidade de decolagem e pouso curto (VSTOL) e para isso é equipada com um motor extra para ascenção vertical instalado atrás do cockpit.

O porta-aviões HMS Queen Elizabeth com caças F-35B no convés (MOD)

Por conta disso, o caça tem menor alcance e desempenho que as versões F-35A (de operação terrestre) e F-35C, que é usada pela Marinha dos EUA por contar com gancho de parada e trem de pouso preparado para lançamento por catapulta.

“O piloto voltou em segurança ao navio e foi iniciada uma investigação, por isso não seria apropriado comentar mais por ora”, afirmou o Ministério da Defesa do Reino Unido em sua conta no Twitter.

Total
56
Shares
4.5 2 votes
Article Rating
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Darci Lago Garcia
Darci Lago Garcia
6 meses atrás

Grande prejuízo para uma força que possui quantidade limitada dessas aeronaves.

Previous Post

Nova aérea Akasa Air encomenda 72 Boeing 737 MAX

Next Post

Indonésia torna-se o 10º operador do Airbus A400M

Related Posts